PortugueseEnglishSpanish
PortugueseEnglishSpanish

Governador Elmano de Freitas recebe embaixador de Portugal e amplia possibilidade de parcerias na área de energias renováveis

19 de janeiro de 2023 - 19:38

Paola Vasconcelos - Assuntos Internacionais - Texto
José Wagner - Foto

O governador do Ceará, Elmano de Freitas, recebeu, na manhã desta quinta-feira (19), no Palácio da Abolição, o embaixador de Portugal no Brasil, Luís Faro Ramos. Além de visita de cortesia, o diplomata português tratou com o governador sobre parcerias entre Portugal e Ceará, principalmente em áreas estratégicas como o desenvolvimento de energias renováveis, por meio do Hub do Hidrogênio Verde, além de outras frentes de cooperação.

O embaixador estava acompanhado de executivos da EDP Brasil, o CEO, João Marques da Cruz, e o diretor de comunicação, marketing e stakeholders, Nuno Rebelo; do presidente da Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil (FCPCB), Armando Abreu. Do Governo do Ceará participaram o secretário-chefe da Casa Civil, Max Quintino, e a secretária de Relações Internacionais, Roseane Medeiros. Também entre os presentes o Assessor Especial da Casa Civil do Governo do Ceará, Nelson Martins.

O governador Elmano de Freitas destacou a longa, forte e próspera parceria entre Ceará e Portugal durante o encontro, além dos investimentos que o Governo do Ceará vem realizando na área de energias renováveis, por meio do desenvolvimento de projetos ligados ao hidrogênio verde (H2V), e também o marco da produção da primeira molécula de H2V no estado, pela empresa portuguesa EDP em sua planta no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP). “A produção de hidrogênio verde no Ceará é um tema de absoluta prioridade. Temos uma oportunidade histórica no estado de promover um desenvolvimento sustentável e avançarmos de forma significativa no projeto de descarbonização de vários setores”, disse o governador.

O embaixador Luís Faro Ramos ressaltou que o Ceará sempre foi inovador na produção de energias renováveis e agora avança ainda mais. “É uma grande satisfação para nós, portugueses, fazer parte deste projeto ousado e pioneiro de produção de Hidrogênio Verde e também termos uma empresa nacional, como a EDP, participando e desenvolvendo essa tecnologia no Ceará”, destacou o embaixador.

Para o presidente da Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil, Armando Abreu, o projeto de produção de hidrogênio verde no Ceará é extremamente ambicioso. “Já avançamos bastante em conjunto. Inicialmente era um projeto-piloto, mas devido a sua viabilidade comercial e a posição privilegiada do Ceará, a planta cresceu e agora enxergamos novos horizontes”, disse.

Relações comerciais entre Ceará e Portugal

No ano de 2022, o valor das exportações cearenses para Portugal chegou a US$ 17,4 milhões, obtendo expressivo crescimento de 169% em comparação a 2021. Entre os principais setores exportadores destacam-se o de combustíveis, como o querosene de aviação, que representa 77,1% da pauta exportadora cearense para Portugal; calçados, com US$ 13,4 milhões em produtos vendidos, um aumento de 322% em relação a 2021; além de frutas, como melancias melões e mamões produzidos em Icapuí e castanha de caju de Aquiraz.

Já nas importações, o Ceará comprou US$ 7,9 milhões em produtos de Portugal, o que corresponde a um crescimento de 67% se comparado ao mesmo período do ano anterior. Os principais produtos importados pelo Ceará de Portugal são máquinas e materiais elétricos e suas partes; partes de motores, geradores e grupos eletrogeradores; e gorduras e óleos animais ou vegetais, como o azeite de oliva virgem e extravirgem.