Theatro José de Alencar completa 105 anos de muita cultura e memórias

17 de junho de 2015

O Theatro José de Alencar, um dos principais patrimônios culturais do Ceará, completa 105 anos, nesta quarta-feira (17). Durante mais de um século, o equipamento da Secretaria da Cultura do Estado (Secult) recebeu em seus palcos grandes nomes das artes cênicas e da música brasileira, além de revelar para o Brasil talentos notáveis.

Selma Santiago, diretora do Theatro José de Alencar, destaca a importância do equipamento não só para o povo do Ceará. “O teatro é um patrimônio cultural de Fortaleza, do Estado, do Brasil, do mundo. É um orgulho de todo cearense, para a Secretaria da Cultura do Estado e todos os artistas que pisam aqui. A importância dele é ser um centro de experimentações e projeções. Temos não só o palco principal onde já passaram vários artistas famosos, mas também um projeto arquitetônico lindíssimo que merece todo o respeito e o carinho que a população tem por ele. São 105 anos e é um senhor que está em forma”, disse.

 
R105 anos 180O secretário da Cultura, Guilherme Sampaio, reforça a atenção dada pelo Governo do Estado ao teatro. “O Theatro José de Alencar exemplifica na prática diversas diretrizes da política cultural do Estado, compromissos da gestão do governador Camilo Santana expressos no programa de governo, como a afirmação e a valorização da cultura cearense, a democratização do acesso aos bens e serviços culturais e artísticos, a ampliação do investimento do Estado no setor cultural”, disse.

Atrações de respeito no país ajudaram a construir a História do TJA. Dentre alguns que marcaram época, Selma Santiago destaca o grupo de teatro de Soleil, Bibi Ferreira, Ana Botafogo, o projeto Pixinguinha, entre outros. “Todos os grandes nomes da música contemporânea, da música instrumental e erudita  da música brasileira já passaram por aqui. Todos os artistas de renome, como Tony Ramos e cia, já passaram e continuam circulando. É uma casa de espetáculo conhecida e tem essa honra não só de receber esses como de projetar. Vemos hoje nomes como Gero Camilo fazendo sucesso no cinema e televisão, e muitos outros que já passaram pelos cursos do teatro. E devemos muito isso por ele não ser apenas um teatro, ele também tem um anexo com salas de aula, o ‘teatro de bolso’, palco ao ar livre, são 11 espaços para apresentações. É um celeiro!”, diz ela.

História

 
RpersonagemteatroA História de vida de Mauro Coutinho, 78, se confunde com a do próprio Theatro José de Alencar. Afinal, ele frequenta o local desde os 15 anos e, há 58 anos, trabalha lá exercendo o cargo de sonoplasta. É uma vida de memórias que ele próprio define como “alegria, bem estar e muita coisa boa que aconteceu na vida aconteceu nesse teatro”. Conviver com ídolos e criar laços de amizade com eles virou algo comum para o profissional.

“Você trabalhar com grandes artistas é um privilégio das pessoas que vivem da cultura. Hoje não é fácil você pegar um valor verdadeiro. Muitos são de mentira e por aqui já passaram muitos valores reais e que deixaram saudades, como Lima Duarte, Paulo Autran, Regina Duarte, muitos outros. São pessoas que deixaram uma marca em quem trabalha aqui. Quando elas vêm para o teatro, as primeiras pessoas com quem eles entram em contato são as da sonoplastia e luz. Às vezes elas chegam desambientadas e quando encontam uma pessoa que dá o apoio e gosta da profissão, elas viram seus amigos para toda a vida. E hoje tenho muitos amigos por todo o país”, disse Mauro.

 
E é com muito saudosismo que o senhor Mauro relembra os primeiros anos de trabalho no local, quando a localidade era bem diferente. “Já vivi muita coisa boa nesse teatro. Me lembro quando inaugurou a rádio Iracema, no edifício Guarani, na praça José de Alencar. As pessoas só vinham ao teatro requintadas, bem vestidas. Eu tinha sempre um paletó de plantão comigo para vir trabalhar”, lembra.
 
Aniversário

No dia do aniversário dos 105 anos do Theatro José de Alencar, foi organizada uma grande programação, em uma mostra da diversidade de artes cênicas que compõem as ações do equipamento. “Nós propusemos uma programação com os cearenses homenageando o teatro. Temos pessoas que já participam do dia a dia, como os alunos do Curso de Princípios Básicos do TJA, da Residência em Sapateado, espetáculo circense, dança contemporânea, dança flamenca, quadrilha junina, teatro de bonecos, teatro de adultos, exposição de figurinos de Yuri Yamamoto, encerrando com a banda de reagge Makegueto. É uma dia de homenagens dos próprios artistas oferecida à população”, explica Selma.
 
Para o secretário da Cultura, Guilherme Sampaio, a festa não se restringe a um único dia: “A festa pelos 105 anos contou com uma grande maratona artística e foi muito emocionante e gratificante, demonstrando toda a diversidade e a riqueza de nossos artistas, celebrando a relação afetiva da população com o Theatro. E essa festa continua todos os dias, pois o Theatro está sempre de portas abertas para todos, com programação permanente e inúmeras ações de formação e difusão cultural. Estão de parabéns o TJA e todos os cearenses”.

 

 
Confira a programação completa que segue até 21 horas desta quarta
 
 
 

HORA

ESPETÁCULO

GRUPO / ARTISTA

LOCAL

8H

CAFÉ DA MANHÃ

CAFÉ DA CASA

JARDINS DO THEATRO

9H

BANDA DE MÚSICA – ALVORADA FESTIVA

BANDA DE MÚSICA DA BASE AÉREA

SAGUÃO

9H

EXPOSIÇÃO “CROQUI: DO DESENHO À CENA”, DE YURI YAMAMOTO

YURI YAMAMOTO

GALERIA RAMOS COTOCO

9:30H

ARANDÚ AUÁ

MARGOT

SALA DE TEATRO

10H

O SERTÃO QUER VER O MAR

GRUPO MOSAICO

PALCO PRINCIPAL

10H

CIRCO MIRTES

CIRCO MIRTES

JARDINS DO THEATRO

11h

COM QUANTAS TAMPAS SE FAZ UMA DANÇA

SILVIA MOURA

SAGUÃO

11H

ESPETÁCULO ARCO-IRIS DE FOGO

TURMA DO CPBT

MORRO DO OURO

13h

OS MENINO

MATEUS – EX ALUNO CPBT

SAGUÃO

14H

CIRCO MIRTES

CIRCO MIRTES

JARDINS DO THEATRO

14H

EXPERIMENTOS CÊNICOS – Intercâmbio UFC/ICA/teatro – TJA/CPBT

UFC/ICA/teatro – TJA/CPBT

SALA DE DANÇA

15H

ESPETÁCULO A BRUXA CATIFUNDA

FORMOSURA CIA. DE BONECOS

PALCO PRINCIPAL

15:30H

VERSOS E CANÇÕES

CASA DE ARTES – UFC

MORRO DO OURO

16h

ESPETÁCULO ANÔNIMOS

GRUPO DE TEATRO NOVO

SALA DE TEATRO

16H

RE-VINTAGE

RESIDÊNCIA ARTÍSTICA DE SAPATEADO DO THEATRO JOSÉ DE ALENCAR

PATIO

17H

MUSICAL ERUDITO

CASA DE ARTES – UFC

PÁTIO

18H

AVE MARIA E CHUVA DE PÉTALAS

TENOR FRANKLIM DANTAS

FOYER

19:30H

QUADRILHA JUNINA

FESTEJO CEARÁ JUNINO

JARDIM

20:30H

GRUPO TABLADO

GRUPO TABLADO

PALCO PRINCIPAL

21H

BANDA DE REAGGE MAKEGUETO

MAKEGUETO

PALCO PRINCIPAL

 


17.06.2015
 

Thiago Sampaio
Repórter / Célula de Reportagem

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias
(85) 9922.2712

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br
(85) 3466.4898