Governador reforça trabalho por ‘Ceará Pacífico’ em cerimônia de formatura de 243 bombeiros

17 de junho de 2015

O Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) recebeu o reforço, nesta quarta-feira (17), de 243 novos soldados da corporação. O governador Camilo Santana presidiu a cerimônia de formatura, entregando os primeiros profissionais à corporação após um hiato de seis anos. “Nós estamos reestruturando e melhorando as condições de todas as áreas da segurança pública do Estado. Estamos praticamente dobrando o número de soldados do Corpo de Bombeiros, entidade que cumpre um papel fundamental no programa Em Defesa da Vida e no Ceará Pacífico. Não apenas na prevenção como também na integração das áreas de segurança”, destacou o governador.

A incorporação de novos bombeiros ao sistema de segurança pública é mais uma ação do programa Ceará Pacífico, que objetiva atuar no combate à violência integrando à segurança ações em áreas como a assistência social, saúde, esporte e cultura. Os investimentos congregam ainda o reforço nos efetivos da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Perícia Forense. Para este efetivo, os novos soltados serão distribuídos em 14 municípios, são eles: Fortaleza, Horizonte, São Gonçalo do Amarante, Caucaia, Guaramiranga, Aracati, Limoeiro do Norte, Quixeramobim, Iguatu, Juazeiro do Norte, Crato, Sobral, Crateús e Tauá.

RRRbombeiros grupomaechandoEsta é a primeira posse de novos profissionais para os Bombeiros após seis anos. A última turma a entrar para a corporação foi também para o cargo de soldado, com cerca de 270 profissionais formados em agosto de 2009. Outra turma para os Bombeiros está em formação na Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE), desta vez para 30 tenentes.

Comitê do Ceará Pacífico

RdestaquebombeirosO governador aproveitou para adiantar que o Comitê do Ceará Pacífico será instalado no próximo dia 25, em evento com a presença do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. “Foi um compromisso meu abraçar e cuidar especialmente da segurança pública do Estado. Sei que é um trabalho árduo e difícil, mas temos esse grande desafio de enfrentarmos a questão da violência e garantir mais tranquilidade para o povo cearense. O Ceará é conhecido como ‘Terra da Luz’ e o meu desejo é que o nosso Estado também seja conhecido como ‘Terra da Paz’, pois nós somos conhecidos como um povo pacífico, trabalhador e acolhedor”, ressaltou Camilo Santana.

RRRbombeiros6personagemPara o soldado BM Ronílson Araújo, de 25 anos, estar na corporação é, além de um sonho, a certeza de cumprir a missão de salvar vidas alheias. “Recitando o que governador destacou em sua fala, ser um bombeiro é um sonho que se tem desde criança. Assim como Deus nos ensinou a servir o próximo, somos predestinados a servir a sociedade. Tudo que eu sempre quis, foi passar em um concurso público. Fico ainda mais satisfeito em estar no Corpo de Bombeiros”, comentou o novo profissional de segurança.

Além da sanção da lei que regulamenta a promoção de policiais e bombeiros militares, o Governo já promoveu a posse de 974 novos PMs; convocou novas turmas para a Polícia Civil (763), PM (400) e Pefoce (156). O programa Ronda passa por remodelação, assim como o Raio, que, ampliado, reforça atuação no Interior. O Batalhão de Divisas começa a operar na divisa com os Estados de Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Novas viaturas

bomb2Em abril deste ano o governador Camilo Santana entregou onze novas viaturas ao Corpo de Bombeiros, sendo seis do tipo Auto Bomba Tanque (ABT), duas Auto Tanque (AT) e três de Auto Salvamento (AS). Os novos equipamentos foram distribuídos para Fortaleza, Juazeiro do Norte, Iguatu, Crato, Limoeiro do Norte e Sobral. O Raio e o Batalhão de Divisas também recebem, recentemente, 48 motos e duas caminhonetes e seis viaturas, respectivamente.

Curso de Formação

O Curso de Formação Profissional constitui a terceira etapa do Concurso Público para ingresso no cargo de soldado do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará e visa complementar a seleção dos candidatos aprovados na primeira e segunda etapa, propiciando o desenvolvimento e aprimoramento da aprendizagem dos futuros soldados, buscando sua mais abrangente e perfeita formação técnico-profissional.

Iniciado em 13 de outubro de 2014, o curso de formação profissional teve duração de sete meses e uma carga horária de 1.020 horas/aula formatadas com base na matriz curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (SENASP/MJ). Neste período, os alunos participaram de instruções teóricas e práticas, em período integral, na AESP.

A grade curricular contou com disciplinas como Sistema de Segurança Pública no Brasil, Psicologia das Emergências, Fenômeno da Violência, Ética, Direitos Humanos, Fundamentos de Direito Ambiental, Legislação da Controladoria Geral de Disciplina, Atendimento Pré-Hospitalar, Prevenção e Combate a Incêndio, Salvamento em Altura, Terrestre e Aquático, entre outros componentes curriculares fundamentais para o desempenho das missões do bombeiro militar.

Fotos: Tiago Stille

17.06.2015

Wilame Januário
Repórter / Célula de Reportagem

Gestor de Célula / Secretarias
Ciro Câmara ( ciro.camara@casacivil.ce.gov.br / 85 3466.4898)

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil