Linha Leste: Tuneladoras já foram desembarcadas no Porto do Pecém

2 de setembro de 2013

A operação de desembarque das duas primeiras tuneladoras a serem utilizadas na escavação dos túneis da Linha Leste do Metrô de Fortaleza terminou na tarde do domingo (01), depois de cerca de 26 horas ininterruptas de operação no Porto do Pecém. As tuneladoras – de um total de quatro – adquiridas pelo Governo do Estado – chegaram da cidade de Shangai (China) na última quarta-feira (28) no navio Spring Canary fretado exclusivamente para esse tipo de transporte. A liberação dos equipamentos pela Alfândega para transporte até Fortaleza deve demorar cerca de 10 dias. Uma vez desembarcados os contêineres com as peças serão levados até a área do emboque (local onde será iniciada a escavação do túnel), localizado próximo à Estação Central de trens no centro da Capital onde serão montadas. As duas outras tuneladoras estão sendo preparadas para testes e posterior embarque para Fortaleza. As obras civis da Linha Leste estão na fase de análise das propostas comerciais, do processo licitatório.

As máquinas tuneladoras do tipo Tunnel Boring Machine (TBM) foram compradas mediante licitação ocorrida em junho de 2012, quando saiu vencedora a empresa norte-americana The Robbins Company. O valor do investimento foi de R$ 128.224.258,52. Os equipamentos chegaram desmontados e acondicionados em 16 contêineres junto com mais 50 peças. As duas outras tuneladoras deverão chegar ao Ceará até o final do ano.

O Shield, como é chamado a parte dianteira da máquina, responsável pela escavação, tem 6,9 metros de diâmetro e 10 metros de extensão e cerca de 460 toneladas. Na parte traseira do shield são montados dez carros/trailers com os equipamentos auxiliares da máquina, chamado back-up da tuneladora, onde estão a cabine de controle, unidade hidráulica, transformadores, painéis elétricos, enrolador de cabos, sistemas de lubrificação, de espuma e de injeção de Grount, Betonita, compressores, câmara de primeiros socorros, dentre outros.

Ao todo, o shield e o backup, que formam a tuneladora, têm 125 metros de extensão, com cerca de 737 toneladas. As outras duas tuneladoras estão sendo montadas na mesma unidade da Robbins na China, para realização de testes em fábrica. O equipamento é composto ainda por Sistema de Transporte do material escavado, através de correias transportadoras; Sistema de montagem de anéis; Sistema de injeção de concreto grout, betonita, dentre outros sistemas auxiliares.

O Contrato com a empresa The Robbins Company inclui ainda outros equipamentos a serem utilizados na obra, quatro Sistemas de Ventilação, sendo um para cada conjunto túnel/máquina; Correias Transportadoras para o transporte do material escavado por toda extensão dos cerca de 20 km de túneis; Formas e Equipamentos Auxiliares a serem utilizados em  duas fábricas de anéis, que deverão produzir cerca de 20 anéis/dia cada fábrica.

Fábricas de anéis

Dos equipamentos adquiridos pelo Governo do Estado já foram recebidos as Formas e Equipamentos Auxiliares para duas fábricas de anéis e o Sistema de Ventilação, a ser utilizado nas escavações, composto de quatro sistemas independentes para cobrir toda a extensão do túnel. Esses equipamentos já estão guardados em área do Complexo Portuário do Pecém.

02.09.2013

Assessoria de Imprensa da Seinfra
Marco da Escóssia – 85 3216.3764 | 65
comunicacao@seinfra.ce.gov.br