Capacitação para cirurgiões-dentistas inscreve até domingo (10)

4 de Março de 2013

Estão abertas até o próximo domingo (10) as inscrições para o Curso de Capacitação para Atendimento Odontológico às Pessoas com Deficiência, destinados a cirurgiões-dentistas e auxiliares de saúde bucal vinculados ao SUS, com atuação na Atenção Básica e Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs). Oferecida pela Universidade Aberta do SUS, na Universidade Federal de Pernambuco, a capacitação destina para o Ceará 467 vagas para 111 municípios, 23 CEOs Regionais e seis CEOs municipais. Os profissionais a serem capacitados devem ser indicados pelos gestores municipais e coordenadores estaduais, de acordo com o número de vagas e critérios determinados pelo Ministério da Saúde. A efetivação da matrícula deve ser feita no site: www.unasusufpe.com.br. O curso será de 160 horas, sendo 120 horas à distância e 40 horas presenciais.

De acordo com a Política Nacional de Saúde da Pessoa com Deficiência, toda pessoa com deficiência tem o direito de ser atendida nos serviços de saúde do SUS, através de consultas médicas, tratamento odontológico, procedimentos de enfermagem, visita dos agentes comunitários de saúde, acesso aos exames básicos e aos medicamentos distribuídos pelo sistema.

No Ceará, o Centro de Especialidades Odontológicas de referência estadual CEO em Fortaleza (Rua 24 de maio, 288 – Centro) oferece desde dezembro do ano passado o primeiro serviço de atendimento de alta complexidade do Norte e Nordeste para pacientes com deficiência. O serviço conta com equipe formada por dois cirurgiões dentistas, um clínico geral, um médico anestesista, enfermeiras e auxiliares de enfermagem. Com atendimentos às terças e sextas-feiras, os pacientes iniciam o tratamento às 7 horas da manhã, sob anestesia geral no centro cirúrgico, e são liberados no fim da tarde. Durante o atendimento são realizados todos os procedimentos necessários, como extrações, restaurações e limpeza dos dentes. O encaminhamento de pacientes é feito pelos CEOs regionais e municipais.

Em novembro deste ano, a Secretaria da Saúde do Estado iniciou o Planejamento e Discussão da Atenção à Saúde Bucal a Pessoas com Deficiência, com base na criação da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência, instituída pelo Ministério da Saúde. A Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência objetiva garantir o atendimento odontológico integral e qualificado a todos os portadores de deficiência. O atendimento é iniciado na atenção básica, pelas equipes de saúde bucal, e referenciado para o nível secundário (CEOs) ou terciário (atendimento hospitalar), nos casos de maior complexidade.

A atenção especializada é garantida pelos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs regionais). O Ceará conta, atualmente, com 86 CEOs estaduais, regionais e municipais, a segunda maior rede pública de atenção à saúde bucal do país, menor apenas que a do estado de São Paulo, segundo o Ministério da Saúde. Na rede estadual, além dos CEOs localizados em Fortaleza – CEO Centro, CEO Rodolfo Teófilo, CEO Joaquim Távora –, o Governo do Estado já entregou 13 CEOs regionais em Juazeiro do Norte, Baturité, Acaraú, Sobral, Camocim, Ubajara, Russas, Brejo Santo, Caucaia, Crato, Crateús, Itapipoca e Limoeiro do Norte, e serão inaugurados outros cinco em Cascavel, Canindé, Icó, Maracanaú e Quixeramobim.

 

04.03.2013

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira/ Marcus Sá (  selma.oliveira@saude.ce.gov.br  / 85 3101.5220/ 3101.5221 / 8733.8213)

Twitter: @SaudeCeara
Facebook: www.facebook.com/saudeceara