Hospital Regional Norte: maior hospital do interior do NE será inaugurado sexta-feira (18)

16 de Janeiro de 2013

Fachada do Hospital Regional Norte

 

A população de Sobral e moradores de mais 54 municípios terão na própria região assistência hospitalar em alta complexidade no maior hospital do interior do Nordeste, com 57. 813,70 metros quadrados de área construída, 70 leitos de Terapia Intensiva (UTI) do total de 382 leitos. Nesta sexta-feira (18),  às 18 horas, o governador Cid Gomes inaugura o Hospital Regional Norte Dr. José Euclides Ferreira Gomes Júnior. Com 1.641 profissionais de saúde e equipamentos modernos, o HRN realiza atendimento em diferentes especialidades e exames complexos, como a ressonância magnética e tomografia.  O hospital fica em Sobral, na Avenida John Sanford, 1500, bairro Junco, mas como hospital regional vai atender 1,5 milhão de habitantes dos municípios das cinco regiões de saúde de Acaraú, Camocim, Crateús, Tianguá e Sobral  que formam a macrorregião Norte.

alt

Bloco de acesso a pacientes (térreo) e pavimento superior do ensino e pesquisa

 

No novo hospital foram investidos R$ 227.157.069,67, recursos do Governo do Estado e de financiamento com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Em obras, o investimento foi de R$ 167.726.634,10 e na aquisição de equipamentos R$ 59.429.435,57. A estrutura de assistência é ampla com atendimento em diferentes especialidades, entre elas cirurgia geral, traumatologia, neurologia, mastologia, ginecologia, psiquiatria, gastroenterologia, otorrinolaringologia, oftalmologia, hematologia, nefrologia, infectologia, cardiologia, radiologia. Só na neurologia há 29 leitos. Na clínica médica também são 29 leitos. A clínica cirúrgica, que inclui a assistência em traumato-ortopedia, tem ainda mais leitos. São 45 no total. No Centro de Atenção à Saúde Reprodutiva da Mulher, a obstetrícia dispõe de 32 leitos, sendo 9 para Mãe Canguru, 12 para parto normal, 10 para parto cirúrgico e 1 para isolamento. No centro cirúrgico obstétrico há 5 salas. As salas de pré, parto e pós parto somam 10 unidades.

alt

Jardins internos e paredes com destaques dos prédios históricos de Sobral

Saúde da criança e da mulher

O HRN tem capacidade para realizar até 1.300 internações por mês. O número de leitos para internação chega a 190. Por dia, pode fazer 60 cirurgias. Em caso de necessidade de UTI, há 20 leitos para adultos, 10 neonatal e mais 10 pediátrica, além de 30 leitos berçários de médio risco. “Com a nova estrutura de UTI a região Norte ficará melhorar assistida, perto de casa, reduzindo os riscos de sair da região com o bebê ou a criança para uma vaga em UTI da capital”, afirma o secretário da saúde do Estado, Arruda Bastos. Ele lembra que “os serviços de assistência à saúde da mãe e da criança, priorizando UTI,  foram definidos para o Hospital Regional Norte com base na carência existente na região. Até pouco mais de 1 ano a região Norte contava com 5 leitos de UTI neonatal. Esse número foi ampliado para 15. Na última segunda-feira, 14, a região Norte passou a ter os 10 primeiros leitos de UTI pediátrica. Ele acrescenta que “com os novos leitos do HRN, da rede pública estadual, as famílias ficarão mais tranquilas na hora da precisão por uma UTI para os filhos”.

alt

alt

Leitos do Hospital Regional Norte

Dos 1.641 profissionais aprovados em seleção pública, 697 têm nível superior, sendo 342 médicos.  Além de médicos e 232 enfermeiros, a população terá atendimento do fisioterapeuta, fonoaudiólogo,terapeuta ocupacional, cirurgião dentista, assistente social, nutricionista, farmaceutico, ouvidor, psicólogo. Com 11 blocos, incluindo o da Unidade de Psiquiatria com 21 leitos, o HRN, como hospital-escola, também formará novos profissionais de saúde. A área superior do bloco G é destinada exclusivamente ao ensino e pesquisa. O auditório tem 220 lugares. No térreo do bloco do ensino e pesquisa ficam os setores de acesso dos pacientes ao hospital e ainda da diretoria e administração.

alt

Visão áerea do Hospital Regional Norte

Desenvolvimento

Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Sobral, Deocleciano da Frota, o novo hospital “não vai ser bom só para a saúde da região¨. Ele comenta que o hospital contribuirá para gerar mais desenvolvimento. Vai aumentar o fluxo de pessoas circulando em Sobral, vindas de todos os municípios da região, porque os doentes não vêm sozinhos, vêm com acompanhantes”. Ele observa que “com maior fluxo de pessoas, teremos maior movimento nos transportes das  cidades e distritos vizinhos que vão levar mais gente para almoçar nos restaurantes, comprar sapatos e eletrodomésticos nas lojas, gerando, assim, mais renda¨. E acrescenta: ¨não tenho a menor dúvida que o hospital também é uma unidade de desenvolvimento¨. A inauguração será encerrada com um show da cantora Ivete Sangalo.

alt

Fachada da Policlínica Regional, em Sobral

 

Rede completa de saúde

O hospital faz parte de uma rede de assistência que o governo do Estado está construindo na macrorregião Norte. Além do HRN, a população de toda a região já começou a ser atendida por especialistas e a ter acesso a exames especializadas nas novas policlínicas entregues em Sobral e Camocim. Mais três policlínicas serão inauguradas em Crateús, Tianguá e Acaraú. Há ainda como parte da nova rede de assistência na macrorregião Norte cinco Centros de Especialidades Odontológicas já em funcionamento em Sobral, Ubajara, Crateús, Camocim e Acaraú. No atendimento à urgência e emergência, serão 10 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs 24 horas), semelhantes às quatro construídas pelo governo do Estado, com apoio do Ministério da Saúde, e que já funcionam em Fortaleza e duas que assistem a população de Maranguape e Caucaia. Na atenção básica, o Estado também investiu na macrorregião de Sobral, em 43 das 150 Unidades Básicas de saúde construídas no interior. A saúde está passando a ter um novo perfil de assistência em todo o Estado. Nas três macrorregiões de saúde do Ceará, além da Região Metropolitana, está em conclusão uma nova rede.

Regiões e municípios atendidos no HRN

Região de Saúde de Sobral – Alcântaras, Cariré, Catunda, Coreaú, Forquilha, Frecheirinha, Graça, Groaíras, Hidrolândia, Ipu, Irauçuba, Massapê, Meruoca, Moraújo, Mucambo, Pacujá, Pires Ferreira, Reriutaba, Santa Quitéria, Santana do Acaraú, Senador Sá, Sobral, Uruoca e Varjota

Região de Saúde de Acaraú – Acaraú, Bela Cruz, Cruz, Itarema, Jijoca de Jericoacoara, Marco, Morrinhos.

Região de Saúde de Camocim – Barroquinha, Camocim, Chaval, Granja e  Martinópole

Região de Saúde de Crateús – Ararenda, Crateús, Independência, Ipaporanga, Ipueiras, Monsenhor Tabosa, Nova Russas, Novo Oriente, Poranga, Quiterianópoles e  Tamboril

Região de Saúde de Tianguá – Carnaubal, Croatá, Guaraciaba do Norte, Ibiapina, São Benedito, Tianguá, Ubajara e Viçosa do Ceará

16.01.2013

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá (   selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 / 3101.5221 / 8733.8213)
Twitter: @SaudeCeara