Ceará realiza primeiro transplante de fígado em criança com menos 5 anos

30 de maio de 2012

Uma parceria entre o Hospital Infantil Albert Sabin, unidade da rede estadual, e o Serviço de Transplante de Fígado do Hospital Universitáro Walter Cantídio, do Governo Federal, salvou a vida da menina Luna Pereira dos Santos, que nesta quinta-feira (31), completa seis anos. Vítima de hepatite fulminante, a criança foi operada pela equipe médica do HUWC no último dia 18 e encaminhada, no mesmo dia para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Sabin. Com estrutura moderna e adequada, a UTI do Albert Sabin garantiu todos os cuidados intensivos a menina. Com o novo órgão, ela entra para a história como a paciente mais jovem do Ceará a receber transplante de fígado.

Segundo o chefe do Serviço de Transplante de Fígado do HUWC, José Huygens Garcia, por inexistir um doador infantil, a criança acabou recebendo o fígado de um adulto. Nesse caso, foi utilizado quarenta por cento do órgão doado. Ele destacou que “a integração entre os dois hospitais foi fundamental para o sucesso do transplante, uma vez que o HUWC não dispõe de UTI pediátrica”. Após ser assistida da UTI do Albert Sabin, a criança foi transferida para uma enfermaria, onde ficou isolada para a garantia total do sucesso do transplante.

A mãe de Luna, Lucilene Pereira dos Santos, conta que a criança começou a apresentar amarelidão nos olhos e no corpo, além de inchaço na barriga. Em Uruburetama, onde mora, levou a filha para o hospital municipal, onde a menina foi examinada e depois transferida para o Albert Sabin. Após a realização de diferentes exames, a equipe médica diagnosticou hepatite muito grave com indicação imediata de transplante. “A Luna está andando e comendo bem. Ela fala muito na escola, está com saudade de casa. Sofri muito, mas Deus tá sempre comigo. Estou muito feliz e confiante de que tudo vai dar certo”, afirma. A médica do Albert Sabin, Mariana Mendes, confirma que a criança está bem e com as enzimas hepáticas normalizadas. A previsão é que receba alta nesta quinta-feira, data do aniversário dela.

O Ceará é o Estado em todo o país que mais faz transplantes de fígado por milhão de população, de acordo com o último levantamento da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (www.abto.org.br). Enquanto realiza 18,3 transplantes por milhão de população, o estado de Santa Catarina, que aparece em segundo lugar, realiza 16,9 pmp. Ano a ano o número de transplantes de fígado aumenta. Em 2011, foram feitos no Ceará 158 transplantes. Número superior ao de 2010, quando o total ficou em 113. Este ano já contabiliza 66 transplantes de fígado.

30.05.2012

Assessoria de Comunicação do Hias

Raquel Mourão (imprensa@hias.ce.gov.br / 85 9925.9444 – 3256.1574)