Jovens são capacitados para trabalhar no setor têxtil

15 de Abril de 2011

O Governo do Estado por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado do Ceará (STDS), conclui nesta segunda-feira (18) a formação de mais 12 jovens em costura industrial e inicia nova turma com 45 adolescentes, no Centro Educacional Cardeal Aloísio Lorscheider (CECAL), uma das 13 unidades de medidas socioeducativas para jovens em conflito com a lei, no Ceará. Além desses, outros 119 jovens estão sendo capacitados pela STDS, com carteiras assinadas, em unidades fabris das empresas Marisol, HOPE, Pena Surf Wear e Metal Mecânica Maia, instaladas dentro dos centros.

 

No ano passado foram capacitados 966 jovens, homens e mulheres, em conflito com a lei, de um universo de 1.040 internos nas unidades de medidas socioeducativas. Paralela à formação, a STDS promove a inserção social desses jovens no mercado de trabalho formal, a partir de convênios celebrados com empresas privadas, em vários ramos de atividades. O Ceará é o único Estado do Brasil que conta com uma fábrica de confecção em uma unidade de internação.

 

Reconhecimento Nacional

Destacada entre as mais importantes políticas públicas do Brasil, esta experiência inovadora é certificada pelo Programa de Gestão Pública e Cidadania. Além disso, recebeu prêmios pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e pela Fundação Ford, entidades que visam disseminar e premiar iniciativas do poder público que busquem a plenitude da cidadania.

 

Por meio do convênio, o jovem é contratado como aprendiz por doze meses, período em que realiza atividades práticas e teóricas de costura industrial sob a supervisão da equipe de funcionários da própria empresa, participa de aulas sobre a cidadania e o mundo do trabalho, e é acompanhado pela equipe multidisciplinar (assistentes sociais, sociólogo, pedagoga e psicólogos) contratada pela STDS. Além do acompanhamento ao jovem, a STDS busca fortalecer as relações familiares por meio do Projeto Fortalecendo Vínculos.

 

A empresa Marisol é uma das parceiras neste desafio. Desde de 2006, já admitiu 283 jovens na condição de aprendizes, em sua unidade produtiva do CECAL. Nos primeiros meses de aprendizado, a empresa ministra a formação prática em costura industrial aos jovens admitidos, totalizando a carga horária de 320 horas. Após a formatura, eles ainda permanecerão por mais seis meses trabalhando na empresa e participando de novos cursos de qualificação profissional.

 

Serviço

 

Data: 18 de abril (segunda-feira) 

Horário: 9 horas 

Local: CECAL – Rua Ipaumirim, 830, Planalto Ayrton Senna

 

15.04.2011

Assessoria de Comunicação Social e Marketing Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social 
Carlos Eugênio Saraiva Nogueira (imprensa@stds.ce.gov.br / 85 3101.2099 / 2089)