Ceará registra mais de seis mil empregos gerados em junho

15 de julho de 2010

No semestre, foram mais de 30 mil postos criados. Este resultado coloca o Ceará como o segundo estado da Região Nordeste em geração de emprego.


Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (15), em junho de 2010 foram gerados 6.318 empregos formais no Ceará. O resultado foi o segundo melhor de toda a série histórica do Caged para o período, em termos absolutos, sendo superado apenas pelo ocorrido em 2008 (9.563 postos) colocando o estado em oitavo lugar na criação de postos de trabalho no país.

O desempenho foi proveniente da expansão do emprego principalmente nos setores de serviços (2.001 postos), da construção civil (1.320 postos), da indústria de transformação (1.039 postos), do comércio (805 postos) e da administração pública (721 postos).

No primeiro semestre do ano, houve acréscimo de 30.110 postos. Este resultado foi o segundo maior saldo da Região Nordeste, superado somente pela Bahia (61.334 postos). Nos últimos 12 meses, verificou-se crescimento de 10,40% no nível de emprego ou 89.373 postos de trabalho.

Para o presidente do IDT, Francisco de Assis Diniz, “a expectativa é superar o resultado de 2009, quando foram criados 64.436 empregos”. A Região Metropolitana de Fortaleza registrou geração de 5.399 empregos formais.

 

15.07.2010

 

Assessoria de Imprensa do IDT:

Ana Clara Braga (anaclar@idt.org.br / 3101.5500)