Governo do Ceará leva água para 203 famílias em quatro comunidades de Cascavel

14 de novembro de 2017 # # #

Wilson Zanini - Gestor de Reportagem
Marcos Studart - Fotógrafo

A assinatura das ordens de serviço soma investimentos da ordem de R$ 1.341.568,82 e atende às comunidades de Alagadicinho, Brito II e Sítio das Neves I e II

O projeto São José III chega a mais quatro comunidades do Ceará, contemplando o município de Cascavel, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). As 203 famílias das comunidades de Alagadicinho, Brito II e Sítio Neves I e II comemoraram a assinatura da ordem de serviço para a implantação de sistemas de abastecimento de água.

O governador Camilo Santana foi representado pelo secretário Nelson Martins, chefe da Casa Civil, com a presença do secretário do Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira, na solenidade desta terça-feira (14), em Alagadicinho. Na comunidade Brito II, o Governo do Ceará investe R$ 551.560,52 e beneficia 74 famílias. Nas três outras comunidades, 129 famílias recebem um investimento de R$ 790.008,30.

Em seu discurso, Nelson Martins deixou clara a posição do governo quanto aos investimentos voltados para a população rural cearense. “Essas obras hídricas têm uma eficiência muito grande. O governador Camilo Santana tem um carinho especial pela área do desenvolvimento rural. Temos o projeto Água Para Todos, de R$ 220 milhões, o projeto Paulo Freire, de US$ 80 milhões e o São José, que dispõe de R$ 150 milhões para a etapa III e recentemente foi aprovado na Assembleia, mais R$ 150 milhões. Então, vamos continuar fazendo obras de abastecimento de água, de banheiros e de projetos produtivos”, destacou.

Dedé Teixeira citou a importância da autorização dos sistemas hídricos. “Esse é um compromisso importante do nosso governo. É garantia de obra de qualidade, desde a captação, tratamento, caixa d’água e distribuição em cada casa. Eu sou muito orgulhoso em ser secretário do Desenvolvimento Agrário desse governo”, concluiu.

Já a prefeita de Cascavel, Ivonete Queiroz, falou da grandiosidade do projeto para as comunidades locais e para todo o Ceará. “A importância de um projeto como esse transforma as nossas vidas. Eu estou aqui para agradecer imensamente ao governador Camilo Santana, porque ele vem se desdobrando para resolver a questão da universalização da água para os cearenses”, agradeceu.

 

População beneficiada

Morador da comunidade de Brito II, Josivan Crispim da Silva, de 43 anos, acredita que a chegada da água nas torneiras vai mudar a realidade das famílias. “Tudo vai mudar com a chegada dessa água. Nós tínhamos dificuldade de acesso à água. Saíamos de manhã cedo, de carroça, para buscar água e voltávamos só ao meio-dia. Agora a água estará dentro das nossas casas. É muita alegria”, comemorou o agricultor.