Servidores da Secult se emocionaram em sessão especial no Cineteatro São Luiz

3 de junho de 2015

Uma sessão especial de cinema para os servidores da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará foi promovida na tarde desta terça-feira (2), no novo Cineteatro São Luiz, equipamento da Secult. Os servidores públicos que trabalham no dia a dia para viabilizar o funcionamento dos 14 equipamentos culturais da Secult e todas as ações que integram a política cultural do Estado foram homenageados com a oportunidade de assistir, no novo São Luiz, a um documentário do premiado cineasta Eduardo Coutinho e receberam informações sobre novas ações de integração, valorização dos servidores e participação em eventos culturais e artísticos, promovidos pela Secretaria.

“Esta beleza que vocês estão vendo, este patrimônio cultural do Estado do Ceará, esta casa de nos encher os olhos, que nos traz as memórias afetivas e sensoriais, talvez algumas das mais especiais da nossa infância e juventude, isto é uma obra de vocês. Vocês ajudaram a oferecer de volta o São Luiz ao povo cearense”, declarou o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Guilherme Sampaio, agradecendo e homenageando os servidores. Todos os que trabalham na Secult e nos equipamentos culturais da Secretaria tiveram sua contribuição destacada pelo secretário, antes da exibição do filme “Últimas Conversas”, do cineasta Eduardo Coutinho, que a partir de entrevistas com jovens estudantes brasileiros, buscou entender como pensam, sonham e vivem os adolescentes de hoje.

Durante a atividade especial desta terça-feira, a direção da Secult também apresentou aos servidores o conceito do novo Cineteatro São Luiz e a equipe imediatamente responsável pela gestão do equipamento e pela curadoria da programação. Estiveram presentes Rachel Gadelha, diretora da equipe; Salomão Santana, curador dos cinemas do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e do São Luiz; e Paulo Mingoni, coordenador técnico do cineteatro que conta com equipamentos de projeção, sonorização e iluminação da mais alta qualidade, entre os melhores de todo o Brasil.

A sessão desta terça-feira deu início ao “Programa de Valorização, Formação e Qualidade de Vida no Trabalho” para os servidores da Secult, composto por visitas trimestrais a equipamentos culturais, com sessões especiais de filmes, espetáculos, cursos e investimentos para a criação de espaço de convivência na sede da Secretaria, iniciativa do secretário Guilherme Sampaio.

Terceira atividade

A sessão especial para os servidores da Secult foi a terceira ação sediada nesta nova fase do São Luiz, que no dia 26 de maio já recebeu a solenidade de comemoração dos 82 anos do Sindicato dos Comerciários de Fortaleza, com a apresentação do espetáculo “Papudim: uma boa dose de humor” e em 27 de maio sediou a abertura da VI Feira do Livro Infantil de Fortaleza.

“Com a finalização da reforma e da restauração e o início destes espetáculos realizados, nos meses de maio e junho, o São Luiz deixa de ser apenas um cinema e passa a constituir um cineteatro, dispondo de um dos melhores palcos do Ceará, um dos melhores equipamentos de som do país, capaz de abrigar espetáculos de dança, música, cinema e teatro”, ressaltou o secretário. O equipamento retorna definitivamente ao circuito cultural do Estado no mês de julho com atividades gratuitas e a preços populares, unindo qualidade à garantia do acesso à cultura aos diversos públicos.

Próximas atrações

Durante o diálogo com os servidores, foi apresentada ainda pelo secretário a programação cultural do São Luiz que, até o final deste mês, inclui a exibição da peça “Os Homens querem casar e as mulheres querem sexo”, no dia 12 de junho; o mais tradicional festival de cinema do nosso Estado, referência no calendário nacional, o 25º Cine Ceará, realizado de 18 a 24 de junho; e ainda a apresentação das peças de teatro “O Realejo”, do Grupo Bagaceira, no dia 27 de junho, e “Tita e Nic – A Comédia”, da Companhia Brasileira de Molecagem, em 30 de junho, durante o Terça com Graça.

Emoção e memórias no São Luiz

“A sensação de entrar pela frente do São Luiz foi maravilhosa. Logo na bilheteria senti uma emoção grande de lembrar meus velhos tempos, minha juventude, coisa que a gente tem saudade. É realmente um encanto”, destacou a servidora Rosane Souza, do Setor de Contas da Secult. Em depoimento, a servidora compartilhou memórias de 18 anos atrás. “É coisa que não volta mais, mas que, com a nova casa, podemos retomar um pouco do prazer que se tinha ao frequentar o cinema. Espero trazer minha filha aqui para assistir a algum filme pra criança de dez anos, como eu fazia na idade dela com meus pais, no período das férias”, finalizou.

Se para uns as memórias remetem aos filmes assistidos no São Luiz, para outros as lembranças giram em torno de outra fase do cinema. Como é o caso do seu Ednardo, do setor de protocolo. “Lá pelos anos 90, assisti aos jogos do Brasil aqui. Vi também o filme ‘Tubarão’ em todas as edições e tenho bons registros disso”, declarou o servidor.

03.06.2015

Assessoria de Comunicação da Secult
Dalwton Moura / Clovis Holanda ( secultmkt@gmail.com )
85 3101.6761 / 8699.6524 / 8829.8222

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias
(85) 9922.2712

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br
(85) 3466.4898