Rede pública: começa a funcionar primeiro ambulatório do viajante

11 de Maio de 2015

Viagens, que se supõe sempre prazerosas, podem reservar surpresas desagradáveis ao viajante, como o surgimento de doenças associadas a esses deslocamentos. Para evitar esse tipo de surpresa indesejada, o viajante deve incluir a saúde na preparação da viagem. E isso já pode ser feito gratuitamente, desde o início de maio, no Ambulatório de Medicina do Viajante que começou a funcionar no Hospital São José de Doenças Infecciosas, da rede pública da Secretaria da Saúde do Estado, que funciona na Rua Nestor Barbosa, 315, Parquelândia. O atendimento, que acontece semanalmente, sempre às sextas-feiras, das 14 às 18 horas, objetiva orientar o viajante, proteger a saúde das pessoas que se deslocam, prevenir a propagação de doenças infecciosas e reduzir a morbidade e mortalidade por doenças associadas a viagens.

Quem vai viajar a passeio, estudo ou a trabalho para fora do Ceará, ou quem está no Ceará pelos mesmos motivos, pode agendar uma consulta pelo telefone (85)3101.2343, que atende de segunda a sexta-feira para o agendamento. No Ambulatório de Medicina do Viajante a pessoa passa por consulta médica em que se levanta e avalia seu histórico de saúde, como as doenças e infecções que já teve e as vacinas que tomou. Em seguida, investiga-se seu roteiro de viagem. Depois são feitos exames no laboratório do próprio hospital e, se necessário, é feita a prescrição de medicamentos. Após retornar da viagem, é feita reavaliação. Se o viajante apresenta sintomas imediatamente após o retorno, isso pode indicar problemas relacionados ao destino escolhido. Nesse caso, receberá atendimento médico para avaliar o risco de contrair alguma infecção, como leishmaniose, hepatites, malária e dengue, dependendo do destino da viagem.

Por uma parceria firmada entre o Hospital São José e a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), sediada no município de Redenção, o Ambulatório de Medicina do Viajante atende, no seu primeiro dia de funcionamento, 25 estudantes estrangeiros vindos de países como Cabo Verde, Guiné-Bissau, Angola e Moçambique. Cerca de 30 viajantes serão atendidos a cada sexta-feira pelas médicas Christiane Takeda e Tânia Mara Coelho, infectologistas do corpo clínico do Hospital São José, que aprofundaram os conhecimentos no Curso de Especialização em Medicina do Viajante de uma das mais conceituadas instituições do mundo sobre o tema, o Royal College of Physicians and Surgeons, em Glasgow, na Escócia.

Fluxo de passageiros

O incremento das viagens nacionais e internacionais proporciona maior deslocamento de pessoas, o que representa fator de risco para a disseminação e transmissão de doenças. No Brasil, o Ministério do Turismo estima que 40% da população realizem algum tipo de viagem por ano, o que representa 65 milhões de pessoas se deslocando dentro do país. No Ceará, o embarque de passageiros no Aeroporto Internacional Pinto Martins aumentou 211%, de 887.460 passageiros no ano 2000 para 2.765.060 em 2013, enquanto os desembarques cresceram 205%, de 925.978 para 2.829 passageiros no mesmo intervalo. Em 2014, ano em que Fortaleza sediou jogos da Copa do Mundo de Futebol da FIFA, o fluxo de embarques e desembarques foi de 6,5 milhões de passageiros.

Dependendo do destino, os viajantes podem ser expostos a incontáveis doenças infecciosas. O risco varia de acordo com a finalidade da viagem, itinerário, padrões da acomodação, higiene e saneamento, assim como o comportamento do viajante. Em alguns casos, a doença pode ser prevenível por vacinação. Quando esta não for viável, faz-se necessária a adoção de outras medidas preventivas. As precauções gerais podem reduzir o risco de exposição aos agentes infecciosos e devem ser adotadas independentemente do destino da viagem, mesmo por pessoas vacinadas ou em uso de medicamentos específicos.

11.05.2015

Assessoria de Comunicação da Sesa
Selma Oliveira / Marcus Sá /  selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5221 / 3101.5220)
Twitter: @SaudeCeara
www.facebook.com/SaudeCeara

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / (85) 3466.4898