Torcedores se mobilizam e fazem doação de sangue no Hemoce

1 de Maio de 2015

“Vamos dar o sangue!”. Uma das expressões mais gritadas pelas gargantas eufóricas dos torcedores nos estádios, soa ainda mais apropriada ao evento realizado pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), da Secretaria da Saúde do Estado, neste 1° de maio, onde foi recebida a equipe do Ceará Sporting Club (CSC). Juntos com a taça da vitória da Copa do Nordeste, jogadores e torcedores apoiaram a campanha pela vida.

 

O objetivo da campanha é arrecadar e aumentar o estoque de sangue captado pelo Centro. “Atualmente, precisa-se de bastante doação, pois nosso estoque está reduzindo. A grande quantidade de feriados e o crescente número de pessoas com viroses no período de chuvas são um dos fatores que impossibilitam a doação. Além disso, as pessoas que se vacinaram contra o sarampo ficam impedidas de doarem sangue por 28 dias”, explica Luciana Carlos, diretora geral do Hemoce.

 

Mas a solidariedade não ficou por conta apenas de torcedores alvinegros. Com o espírito de doação e torcedor declarado do Fortaleza, Fernando Elpídio, 35 anos, sentiu-se à vontade, mesmo cercado de torcedores adversários. “Já sou doador e precisei de sangue também. Acho que a solidariedade não tem cor. Pode ser o torcedor do Ceará, Fortaleza, Ferroviário. Ser um doador independe das cores das nossas camisas. A cor do nosso sangue é a mesma e ajuda a muita gente”, comentou o doador tricolor.

Taça torcida

O Hemoce continua o apelo para que a população compareça para a doação voluntária de sangue. Hoje, todos os doadores são importantes e necessários em todos os hemocentros do estado, em especial, os doadores O Positivo, O Negativo e A Positivo.

 

Doando pela quarta vez, a professora Aline da Silva Rocha, 23 anos, reforça a importância da campanha, principalmente, por trazer ao Hemocentro a taça do seu time de “coração”. “Vim prestigiar meu time, mas o mais importante neste evento é salvar vidas. Se podemos salvar com uma doação até três vidas, acho que esta campanha se faz mais importante por trazer amantes do futebol unidos pela salvação de vidas”, ressaltou a professora.

 

O Hemoce segue durante todo o feriado e fim de semana com atendimento de plantão para doações. Para ser um doador de sangue é preciso estar saudável, bem alimentado, ter mais de 50kg, ter entre 16 e 69 anos e apresentar um documento oficial e original com foto. Os menores de 18 anos, para realizar a doação de sangue, precisam apresentar o termo de consentimento para menores, devidamente preenchido pelo responsável legal.

 

Veja aqui os horários e postos de atendimento para este fim de semana.

 

01.05.2015

 

Wilame Januário
Repórter / Célula de Reportagem
wilame.januario@casacivil.ce.gov.br

 

Giselle Dutra
Gestora de Célula/Secretarias

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado – Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br 
(85) 3466.4898