3,6 mil mexicanos desembarcam no Porto do Mucuripe, em Fortaleza

16 de junho de 2014

O Ceará recebeu nesta segunda-feira (16), via Porto do Mucuripe, o navio transatlântico MSC Divina, que trouxe a bordo 3,6 mil turistas mexicanos. A embarcação inaugurou a nova Estação de Passageiros do Porto. No desembarque, os visitantes foram recepcionados com brindes e degustação de produtos típicos (castanhas, rapadura, outros doces e bebidas), além de apresentações culturais. Segundo o secretário do Turismo, Bismarck Maia, “agora os turistas chegam ao Ceará em um terminal moderno, confortável, com vista panorâmica da orla de Fortaleza, bem diferente do que havia antes.”

Na solenidade de recepção do navio, também estiveram presentes, além do secretário Bismarck, o Ministro dos Portos, Antônio Henrique Silveira; o presidente da Companhia Docas do Ceará, Paulo André Holanda; o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e o deputado federal Ariosto Holanda. A obra de reforma do Porto do Mucuripe, orçada em R$ 205 milhões, foi iniciada na gestão do ex-ministro Leônidas Cristino, que também esteve presente.

 

Navio vai gerar fluxo superior a 5 mil turistas

Dos 3,6 mil passageiros do MSC Divina, 1,5 mil desembarcaram nesta segunda-feira (16), restando 2,1 mil que ficarão hospedados no navio até a quarta-feira (18). Nesse dia, embarcam outros 1,5 mil mexicanos que seguem viagem pelas cidades-sede da Copa do Mundo FIFA 2014, onde a sua seleção vai jogar. Ao todo, este navio, que é um dos cinco maiores do mundo, vai gerar uma movimentação de 5,1 mil visitantes em Fortaleza.

Além destes, outros 12 mil mexicanos virão ao Ceará, totalizando 17 mil torcedores. Em 16 voos charters da Aeromexico Air Lines virão 3,2 mil passageiros, e outros nove mil vêm de outros Estados, em voos domésticos, carros ou ônibus interestaduais.

Todos os ingressos para a partida entre Brasil e México, amanhã (17), na Arena Castelão, foram vendidos com antecedência. De acordo com a FIFA, 16.614 compradores são estrangeiros, e 43.452 são de outros estados do Brasil.

 

Ingressos Vendidos: Brasil x México

Mercados

Ingressos

(%)

Fortaleza/RMF

    20.448

     32,00

Nacionais

    26.838

     42,00

Internacionais

    16.614

     26,00

Total Geral

    63.900

    100,00

Para esta partida, os principais mercados emissores de turistas para Ceará via Fortaleza foram: México (48,85%); EUA (21,15%); Austrália e Alemanha (ambas com 3,85%), e Suíça (3,46%). Quanto ao mercado interno, a destruição foi entre São Paulo (18,57%); Rio Grande do Norte  e Rio de Janeiro (10%); interior do Ceará (8,81%); Paraíba (8,10%) e Pernambuco e Piauí (ambos com 7,14%).

 

Ingressos Nacionais: Brasil x México

Mercados

Turistas

(%)

São Paulo

                 4.984

     18,57

Rio Grande do Norte

                 2.684

     10,00

Rio Janeiro

                 2.684

     10,00

Ceará (interior)

                 2.364

       8,81

Paraíba

                 2.173

       8,10

Pernambuco

                 1.917

       7,14

Piauí

                 1.917

       7,14

Maranhão

                 1.342

       5,00

Pará

                 1.022

       3,81

Outros

                 5.751

     21,43

               26.838

    100,00

 

Ingressos Internacionais: Brasil x México

Mercados

Turistas

(%)

México

               8.115

         48,85

EUA

               3.515

         21,15

Austrália

                  639

           3,85

Alemanha

                  639

           3,85

Suíça

                  575

           3,46

Inglaterra

                  447

           2,69

Canadá

                  383

           2,31

França

                  383

           2,31

Holanda

                  320

           1,92

Outros

               1.598

           9,62

Total

             16.614

       100,00

 

40% do fluxo será de estrangeiros; impacto será superior a R$ 1,16 bilhão

A Copa do Mundo FIFA 2014 deve atrair cerca de 350 mil turistas para o Ceará, tendo Fortaleza como portão de entrada, segundo estimativas da Secretaria do Turismo do Estado – Setur CE. Destes, cerca de 40% (140 mil) são estrangeiros, enquanto o restante do fluxo será de turistas oriundos de outros estados do Brasil.

Os torcedores que vão acompanhar os jogos na Arena Castelão, e seus acompanhantes, devem ter um gasto médio per capita de R$ 1,9 mil. Isto gera uma receita direta de R$ 665 milhões, enquanto o impacto na cadeia produtiva do turismo – que engloba 52 setores – será de R$ 1,16 bilhão.

 

16.06.2016

Assessoria de Imprensa da Setur-CE
Carmen Inês / Tunay Peixoto
+55 85 9947.7234/3101.4661