Ações e serviços de saúde serão reforçados durante a Copa do Mundo

9 de junho de 2014

Sob a coordenação do Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde (CIOCS), órgãos e profissionais de saúde da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) e a Secretaria de Saúde de Fortaleza vão trabalhar de forma conjunta na prevenção de riscos e doenças e na prestação de serviços de recuperação da saúde em ocorrências relacionadas aos eventos da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. Com ações nas áreas de vigilância, assistência e promoção, o Plano Operativo da Saúde especifica as providências para o enfrentamento das doenças transmissíveis, acidentes com múltiplas vítimas, acidentes com produtos químicos, biológicos, radiológicos, nucleares e explosivas (QBRNE), emergências epidemiológicas e desastres. O plano reforça a integração das ações e serviços de saúde.

O CIOCS está atento a introdução de novas doenças ou alteração do padrão epidemiológico da população. Durante o mundial de futebol, as equipes de vigilância e assistência atuarão no monitoramento de situações na Arena Castelão e entorno, nos centros de treinamento das seleções nacionais, nos Postos Médicos Avançados (PMAs) e outras unidades de saúde, bares, restaurantes, rede hoteleira, rede assistencial, SAMU 192, portos, aeroportos e fronteiras, Fan Fest e outras áreas de concentração de torcedores. O CIOCS funcionará plenamente nos dias de jogos na Arena Castelão, no total de seis, durante os 25 dias de Fan Fest no Aterro da Praia de Iracema e, em dias que não houver jogo nem Fan Fest, funcionará em regime de plantão. Com a utilização de tablets, será feita a coleta de dados em tempo real, em 20 unidades de saúde, para a transmissão das informações de atendimentos exclusivamente relacionados à Copa, que subsidiarão as ações de vigilância à saúde.

Atendimento básico

O atendimento médico em situações de cefaleia, hiper e hipoglicemia, dor de estômago, vômito, pico hipertensivo, intoxicação alcoólica e desidratação, será feito nas unidades de atenção primária Janival de Almeida e Edmar Fujita, localizados no entorno da Arena Castelão. As duas unidades estão preparadas para oferecer atendimento de enfermagem, curativos e retirada de pontos, pequenas suturas, vacinação e administração de medicações injetáveis e sala de observação. A Unidade de Atenção Primária à Saúde Edmar Fujita funcionará com plantões de 12 horas em dias de jogos.

Atendimento Pré-hospitalar

O atendimento pré-hospitalar envolverá o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU Ceará e SAMU Fortaleza 192), com ações concentradas no atendimento da demanda regulada do interior da Arena Castelão em dias de jogos no Posto Médico Avançado (PMA) instalado no canteiro central da Avenida Alberto Craveiro, próximo à rotatória, e nos dois PMAs do Aterro da Praia de Iracema, durante a realização da Fan Fest. Os PMAs funcionarão com equipe de dois médicos, dois enfermeiros e quatro auxiliares de enfermagem, em plantões de 12 horas.

O SAMU 192 terá ambulâncias em pontos estratégicos durante os eventos da Copa do Mundo:
– PMA da Arena Castelão ? três Unidades de Suporte Básico (USB) e uma Unidade de Suporte Avançado (USA)

— Unidade de Atenção Primária à Saúde Janival de Almeida – uma USB

–  Unidade de Atenção Primária à Saúde Edmar Fujita – uma USB e uma USA

– Gonzaguinha José Walter – uma USB

– Polícia Rodoviária Federal – uma USB e uma USA;

– PMAs do Aterro da Praia de Iracema – uma USB e uma USA

Rede de Urgência e Emergência – Atendimento Hospitalar

A Rede de Urgência e Emergência envolverá hospitais distritais de urgência de nível secundário e um hospital de nível terciária do sistema municipal de saúde de Fortaleza, seis hospitais de nível terciário da rede estadual de saúde, a Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza, a Maternidade Escola Assis Chateaubriand (Meac) e nove Unidades de Pronto Atendimento (UPAs 24h) na Praia do Futuro, Autran Nunes, Canindezinho, Messejana/Paupina, José Walter, Conjunto Ceará, Pirambu, Jangurussu e Itaperi. A Coordenação Médica de Urgência e Emergência de Fortaleza (CMUR) fará a regulação dos pacientes, segundo o perfil de cada unidade hospitalar, através do médico regulador de plantão no SAMU, que acionará os planos de contingência dos hospitais municipais e estaduais. O Hospital Regional Unimed Fortaleza e o Hospital Monte Klinikun serão os hospitais de referência da FIFA e também têm planos de contingência.

Ocorrências com múltiplas vítimas em decorrência de tumultos, conflitos de rua, ataques e acidentes com produtos químicos, biológicos, radiológicos, nucleares e explosivas (QBRNE) serão controladas pelas forças de defesa e segurança para, então, entrar em ação o pessoal da saúde. As equipes do SAMU 192 obedecerão a triagem para classificação de risco, realizarão o primeiro atendimento no local do acidente e farão a remoção das vítimas. A Coordenação Geral de Urgência e Emergência de Fortaleza fará a regulação dos pacientes.

Além da rede de urgência e emergência, estão relacionados como unidades de retaguarda específica em casos de acidentes QBRNE o Instituto Dr. José Frota (IJF), Hospital São José de Doenças Infecciosas (HSJ), Instituto do Câncer do Ceará (ICC), Hospital Geral de Fortaleza (HGF), Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM), Hospital Distrital Evandro Aires de Moura, Hospital Distrital Edmilson Barros de Oliveira e Hospital Distrital Maria José Barroso de Oliveira.

Promoção da Saúde

Nas ações de promoção da saúde atuarão 176 educadores em saúde, com abordagem temática da vigilância e atenção à saúde a fim de reduzir o impacto nos serviços de saúde por doenças e acidentes durante a Copa. As equipes trabalharão durante todo o período da Copa nas áreas de concentração de turismo e eventos e terão como material de trabalho o Guia da Saúde do Viajante, leques com mapas de orientação sobre os serviços de saúde e distribuição de preservativos.

09.06.2014

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira / Marcus Sá ( selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 / 3101.5221)

Twitter: @SaudeCeara

www.facebook.com/SaudeCeara