Ceará implanta tecnologia que elimina a revista vexatória nas unidades prisionais

6 de junho de 2014

A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará (Sejus) e o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça (MJ), realizam nesta segunda-feira (09) uma coletiva para a apresentação dos bodyscanneres no sistema prisional cearense. A tecnologia pode detectar objetos intra-corpóreos e terá em funcionamento em sete unidades da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

O projeto das revistas eletrônicas será apresentado pela secretária da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará, Mariana Lobo, e pelo diretor do Departamento Penitenciário Nacional, Renato De Vitto. A implantação dos bodyscanneres visa à intensificação das vistorias e apreensões nas unidades penitenciárias, mas respeitando a dignidade dos visitantes, eliminando as chamadas “revistas vexatórias”. A iniciativa no Ceará serve de espelho para o País, pois ampara, com o uso da tecnologia, os processos de verificação de transporte de ilícitos, garantindo a segurança, a dignidade das mulheres visitantes e agilizando o procedimento de entrada delas nos presídios.

Mais informações sobre os equipamentos, demonstração, investimentos, cronograma de funcionamento serão apresentadas na Coletiva.

Coletiva de Imprensa
Data: Segunda-feira (09 de junho)
Hora: 13h30
Local: Casa de Privação Provisória de Liberdade III (BR 116 Km 27, Complexo Penitenciário Itaitinga II)

06.06.2014

Assessoria de Comunicação da Sejus

Bianca Felippsen (ascom.sejus@gmail.com / 85 3101.2862 – 8878.8464 – 9688.8008)

Twitter:@sejus_ce

Facebook: sejusceara