Seinfra licita equipamentos que reforçarão atendimento do Porto

5 de junho de 2014

A Secretaria da Infraestrutura do Estado (Seinfra) licita no próximo dia 26 o fornecimento e instalação de diversos sistemas para o Terminal de Múltiplo Uso (TMUT) do Porto do Pecém, cujas obras da sua segunda fase de expansão já estão em andamento. O edital prevê a contratação de empresas que vão implantar a ampliação e reforço do sistema elétrico do Porto, especialmente para o suprimento de energia de novos equipamentos portuários que serão instalados no TMUT, sistemas de automação e controle; monitoramento de atracação a laser; detecção e alarme de incêndio; segurança eletrônica; telefonia; sonorização; controle de acesso; sistema fechado de TV; distribuição de água tratada; sistema de combate a incêndios; balança rodoviária, além da construção de prédios de apoio operacional e novas subestações. As utilidades deverão ter preço máximo de até R$ 46.640.120,39 milhões e prazo de instalação de 36 meses. O edital referente a licitação encontra-se publicado no site da Secretaria do Planejamento e Gestão do Estado (Seplag).

O Porto do Pecém está recebendo a sua segunda expansão com obras que incluem uma nova ponte de acesso ao quebra-mar existente com 1.520 metros de extensão, a pavimentação de 1.065 metros sobre o quebra-mar; a ampliação do quebra-mar em cerca de 90 metros; o alargamento de aproximadamente 33 metros da ponte; e a construção de 600 metros de cais com dois berços de atracação de navios cargueiros ou porta-contêineres. A ampliação do Porto está recebendo um investimento de R$ 568,7 milhões.

Os dois berços de atracação serão voltados para operação com carga geral e produtos da Companhia Siderúrgica do Pecém – já em implantação -, da refinaria Premium II planejada pela Petrobras e da ferrovia Transnordestina, também iniciada. Está previsto também a ampliação do pátio da retro-área de aproximadamente 69 mil metros quadrados. O consórcio Marquise/QG/Ivaí (Construtora Marquise, Queiroz Galvão e Ivaí Engenharia de Obras), realiza as obras. A Ferrovia Transnordestina utilizará provisoriamente o TMUT até receber o seu próprio terminal. A obra é fundamental para fomentar a captação de empreendimentos de grande porte para o Estado, os quais resultarão em impactos positivos na economia estadual.

Movimentação cresceu 88%

A Cearáportos, empresa vinculada à Seinfra e responsável pela operação do Porto, deverá implantar dois portaineres e quatro carregadores de placas no terminal portuário com vistas a atender à crescente demanda registrada pelo equipamento. Um total de 173 navios operaram no Porto do Pecém no período de janeiro a abril deste ano movimentando 2,6 milhões de toneladas de mercadorias. Essa movimentação representou uma elevação de 88% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Em agosto de 2010 o Governo do Estado entregou a primeira etapa das obras do TMUT, composto por dois berços de atracação, que atenderão aos navios porta-contâiner; ampliação do quebra-mar para mil metros; e o prolongamento da ponte existente, de 348 metros. O custo da obra foi de cerca de R$ 410 milhões. Além do TMUT o Terminal recebeu, ainda, o reforço de obras como a implantação de uma correia transportadora e de um descarregador de minérios, que somaram investimentos da ordem de R$ 175 milhões.

Serviço:
Licitação para O FORNECIMENTO E INSTALAÇÃO DAS UTILIDADES DO TMUT do Porto do PECÉM
Data: 26/06/2014
Hora: 16h30
Local: Central de Licitações do Estado do Ceará-Av. Dr. José Martins Rodrigues,150 – Edson Queiroz

05.06.2014

Assessoria de Comunicação da Seinfra

Marco da Escóssia (85 8898.4318 – 3216.3764)

Twitter: @seinfrace

Facebook: www.facebook.com/SeinfraCE