Cuidados com a mãe e o bebê são referência no Hospital César Cals

17 de Janeiro de 2014

O Hospital Geral Dr. César Cals, a mais antiga unidade da rede de hospitais da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará, tem a sua atuação estruturada em três áreas principais que é a clínica médica, clínica cirúrgica e maternidade. Só em 2013, considerando as três áreas, o HGCC foi responsável pela realização de 66.164 consultas ambulatoriais e cada uma delas está inserida nas especialidades atendidas no hospital.

Os serviços em clínica médica contemplam diversas especialidades, como reumatologia, pneumologia, dermatologia, hematologia, cardiologia, nefrologia, endocrinologia e gastroenterologia, tanto nas consultas ambulatoriais, como no tratamento hospitalar. Da mesma maneira, acontece com a clínica cirúrgica, com nove especialidades, como vascular, oncológica, urológica, torácica e bariátrica.

Mesmo como hospital geral, o César Cals tem como referência o serviço de obstetrícia. Para se ter uma ideia, o atendimento obstétrico vai desde o pré-natal de alto risco, até o acompanhamento realizado após a alta hospitalar da mãe do bebê, que sai do hospital com todas as vacinas tomadas, consultas de retorno marcadas, exames realizados e ainda com o registro civil, serviço oferecido aos pais desde agosto de 2008 e que já registrou mais de nove mil bebês.

Os números no ano de 2013 impressionam. A triagem neonatal, mais conhecida como teste do pezinho, por exemplo, está disponibilizado tanto para os bebês nascidos na maternidade do hospital, quanto para bebês de outras maternidades, seja pública ou particular, num total de quatro mil exames só no ano passado. Já o teste da orelhinha foram 6416 exames, considerando os três tipos de testes. No Método Canguru, 61 mães foram admitidas e participaram efetivamente dos cuidados com o recém-nascido. Elas ficam com o bebê junto ao corpo, o que favorece a recuperação, incentiva o aleitamento materno e a desospitalização.

A maternidade do HGCC, de janeiro a novembro de 2013, foi responsável pela realização de 3420 partos. Na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, serviço de referência, passaram 876 bebês. Todos tiveram apoio do Banco de Leite Humano da unidade, que, no mesmo período, realizou 877 atendimentos em grupo, sete mil atendimentos individuais, 40 visitas domiciliares, coletou 1791 litros de leite, distribuiu 1666 litros de leite, com 2902 bebês beneficiados a partir da doação de 795 mães.

A casa da gestante também está inserida nos serviços obstétricos. Neste caso, o cuidado é direcionado às mães em gestação de risco. No hospital, elas têm todo apoio necessário e cuidados para uma gravidez tranquila e garantia da saúde dela e do bebê.

A maternidade está estruturada com 80 leitos, divididos em três enfermarias, duas salas de partos, unidade neonatal com 21 leitos, unidade de médio risco com 36 leitos, casa da gestante, com 10 leitos, Método Canguru com quatro leitos, centro cirúrgico obstétrico com três salas, ambulatório de pré-natal, medicina fetal, ambulatório de infertilidade, ambulatório de aleitamento materno, serviço de acolhimento materno e banco de leite humano.

17.01.2014

Assessoria de Comunicação do HGCC

Wescley Jorge (ascom@hgcc.ce.gov.br / 85 3101.5323 – 8828.7463)

Twitter: @Hosp_CesarCals

Facebook.com/HospitalGeralCesarCals