Vacinação contra febre aftosa termina no próximo sábado (30)

26 de novembro de 2013

Representantes da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) e da Agência de Defesa Agropecuária (Adagri) apresentaram nesta terça-feira (26) o resultado parcial da segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Ceará. Até o momento cerca de 40% do rebanho bovino e bubalino do Ceará foi vacinado e apenas 35% das propriedades do Estado do Ceará foram imunizadas. “Nossa meta é superar 95% de vacinação dos animais e imunizar 80% das propriedades”, lembrou o coordenador estadual da campanha de combate à febre aftosa, Joaquim Sampaio.

Até o momento, o município que mais vacinou o rebanho foi Piquet Carneiro, no Centro Sul cearense, alcançando um índice de aproximadamente 75% de imunização. O que menos vacinou foi Cruz, no Litoral Oeste, com menos de 6%. “O produtor tem até o dia 30 de novembro para comprar a vacina em lojas credenciadas pela Adagri e realizar a vacinação, após esta data a fiscalização agropecuária vai às propriedades que não vacinaram para aplicar a multa determinada pela legislação”, afirmou o presidente da Adagri, Augusto Júnior.
O secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins, apelou para que os produtores possam vacinar o rebanho o mais rápido possível. “Precisamos da parceria dos produtores rurais nesta campanha de vacinação, pois atingir o índice de vacinação previsto vai permitir ao Ceará entrar na zona livre internacional de febre aftosa com vacinação”, destacou.

O Ceará foi reconhecido como zona livre nacional de aftosa com vacinação e pleiteia o reconhecimento internacional, que deve acontecer em maio de 2014. “Para isso, os nossos produtores precisam continuar vacinando o rebanho”, conclamou o secretário.

A dose da vacina continua com preço médio de R$ 1,50. A multa para quem não vacinar o rebanho é de R$ 15,20 por cabeça. Depois de vacinado o rebanho, os produtores devem procurar as unidades locais da Adagri, as Prefeituras ou os escritórios da Ematerce para declarar a vacinação. Após 30 de novembro, a Adagri realizará visitas às propriedades rurais do Ceará para fiscalizar quais vacinaram o rebanho.
A febre aftosa é uma doença contagiosa, causada por vírus de rápida multiplicação. O animal infectado apresenta feridas na boca, nos lábios,tetas e nos cascos. Os bichos também se afastam do rebanho, babam, não comem e não bebem água.

 

26.11.2013

Assessoria de Comunicação da SDA
Lúcio Filho – (85) 3101.8105 | 8897.8510
lucio.filho@sda.ce.gov.br | asscom@sda.ce.gov.br

Amanda Sobreira – (85) 3101.8137
amanda.sobreira@sda.ce.gov.br

Luana Matos – estagiária de Jornalismo
luana.pessoa@sda.ce.gov.br
Twitter: @ImprensaSDA