Ministério confirma Castelão como único equipamento para Copa com economia no valor da obra

26 de novembro de 2013

A reforma e modernização da Arena Castelão segue como um exemplo de sucesso brasileiro para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™. Com a atualização dos dados dos 12 palcos de para o Mundial, divulgada pelo Ministério do Esporte, o equipamento cearense desponta como o único a contar com decréscimo no valor da obra.

A construção foi orçada em R$ 623 milhões, contudo, o valor foi reduzido para R$ 486 milhões para a obra, por conta da grande concorrência no processo de licitação. A este valor soma-se ainda R$ 32 milhões para custos de operação com o equipamento até 2018 – despesas de água, luz, tratamento de esgotos, telefonia e pessoal. Ou seja, uma economia superior a R$ 99 milhões para os cofres públicos até 2018.

Além de ter sido a primeira arena concluída para o Mundial, o equipamento cearense lidera ainda em outro quesito: menor valor por custo de assento. Conforme a ONG Play The Game e o Portal de Transparência da Copa 2014 a Arena Castelão é a mais barata entre as construídas para os quatro últimos Mundiais – Japão/Coreia do Sul, Alemanha, África do Sul e Brasil.

“Saber que conseguimos entregar a obra com antecedência de quatro meses ao prazo estipulado e com uma grande economia é muito gratificante. Mostra o poder de realização e a capacidade do povo cearense”, destaca o secretário Especial da Copa 2014 no Ceará, Ferruccio Feitosa.

26.11.2013

Assessoria de Comunicação da Secopa

Ciro Câmara e Danielle Campos ( imprensa@secopa.ce.gov.br / 85 3264.5359)