Greve de servidores do Detran-Ce chega ao fim com reposição dos dias parados

13 de novembro de 2013

Após quase trinta dias de paralisação, chegou ao fim, na tarde desta quarta-feira (13), a greve dos servidores do Detran-Ce, que já havia sido decretada ilegal desde o dia 30 de outubro em liminar concedida pelo desembargador Francisco Bezerra Cavalcante e confirmada por unanimidade pelos desembargadores da 7ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará, após recurso do sindicato.

A decisão de encerrar o movimento grevista foi tomada pelos servidores em Assembleia, após a categoria selar o compromisso com a direção do Detran-Ce de reposição dos dias de paralisação que serão remunerados através de folha de pagamento suplementar, sob a condição da efetiva reposição das mais de 150 horas não trabalhadas.

O acordo foi fruto de reunião intermediada pelo Presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque, e pelo Líder do Governo, deputado José Sarto. Em contrapartida, a direção do Detran-Ce comprometeu-se em receber a categoria para ouvir suas demandas, em reunião prevista para fevereiro de 2013, com a condição de que os serviços do órgão estejam integralmente em dia e superados todos os prejuízos trazidos pela greve à população.

Contudo, as multas por desrespeito à decisão do Tribunal de Justiça da ilegalidade da greve continuam mantidas e não entraram no acordo por se tratar de uma matéria que só pode ser discutida judicialmente. Ao fim do dia, a Direção do Detran-Ce novamente reuniu-se com representantes do Sindicato, que se comprometeram em entregar segunda-feira (18), a relação com nomes e assinaturas dos servidores que optarem pelo trabalho em hora extraordinária ao invés do desconto dos dias parados. A Direção do Detran-Ce de imediato reuniu-se para formatar um plano de recuperação dos prejuízos causados pela greve.

13.11.2013

Assessoria de Comunicação do Detran-Ce
Paulo Ernesto Serpa – 85 3101.5813
paulo.ernesto@detran.ce.gov.br