Secretaria da Saúde realiza atividades para alertar contra diabetes

7 de novembro de 2013

Para marcar o Dia Mundial do Diabetes, 14 de novembro, o Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão (CIDH), unidade da Secretaria da Saúde do Estado, ficará iluminado da cor azul durante todo o mês. As atividades do Dia Mundial do Diabetes começam nesta quinta-feira (07), com consultas de rastreamento da retinopatia e aplicação de laser. Cerca de 150 pessoas serão atendidas das 08 horas às 16 horas.

Ainda como parte da programação, no próximo sábado (23), os médicos do CIDH e estudantes de medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC) farão atendimento à população no Shopping Benfica (Avenida Carapinima, 2200 – Benfica),  das 14horas às 18 horas. Neste dia serão realizados serviços de medição da dosagem de glicemia e pressão arterial e cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC). Para finalizar a Campanha, no domingo (24), acontece uma caminhada na Avenida Beira-Mar, com distribuição de folderes informando sobre os cuidados com a diabetes.

A retinopatia diabética é uma complicação do diabetes, caracterizada pelo alto nível de açúcar no sangue, que provoca lesões definitivas nas paredes dos vasos que nutrem a retina. Em consequência, ocorre vazamento de líquido e sangue no interior do olho, desfocando a visão. Se não acompanhada e tratada, a doença se agrava e os vasos podem se romper, caracterizando a hemorragia vítrea e pode levar ao descolamento da retina. O diabetes pode ainda causar o surgimento de vasos sanguíneos anormais na íris, ocasionando glaucoma.

O diabetes é uma doença crônica, debilitante e de alto custo, principalmente quando associada a complicações severas. Estima-se que metade das pessoas com diabetes desconheça a própria condição. O diabetes tipo 1 ainda não pode ser prevenido. Acredita-se que sejam fatores ambientais os desencadeantes do processo que pode resultar na destruição das células produtoras de insulina. Isso ainda está sendo estudado cientificamente.

O diabetes tipo 2 pode ser prevenido em muitos casos, bastando manter um peso saudável e um corpo fisicamente ativo. Além de garantir o bem estar dos pacientes, a prevenção do diabetes também evitará uma sobrecarga nos sistemas de saúde. Pessoas com diabetes tipo 2 têm o dobro de chances de sofrer um ataque cardíaco. Pacientes de alto risco podem ser facilmente identificados através de um simples questionário. Há evidências concretas que manter um peso saudável e praticar atividade física moderadamente pode ajudar a prevenir o desenvolvimento do diabetes tipo 2.

07.11.2013

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira / Marcus Sá (selma.oliveira@saúde.ce.gov.br / 85 3101.5220 – 5221)