Dia do Coração incentiva prevenção de doenças desde a infância

24 de setembro de 2013

Com uma mensagem de estímulo à prevenção de doenças a partir da infância e à adoção de hábitos saudáveis, o Dia Mundial do Coração, 29 de setembro, será marcado no Ceará com uma tarde de serviços oferecidos pela Secretaria da Saúde do Estado e a Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza nesta quarta-feira (25), das 14 horas às 17 horas, no Shopping Benfica.  Profissionais de saúde prestarão orientações sobre os fatores de risco para as doenças cardiovasculares, farão a verificação da pressão arterial, medição de circunferência abdominal, distribuição de material educativo e realizarão jogos educativos com as crianças.

No Brasil, as doenças cardiovasculares causam 31,3% das mortes entre as doenças não transmissíveis. As doenças cardiovasculares afetam indivíduos de todos os níveis socioeconômicos e, mais especificamente, aqueles que pertencem a grupos vulneráveis, como os idosos e as pessoas com baixo nível educacional e econômico. Cerca de 300 mil pessoas morrem anualmente devido a doenças cardiovasculares, como infarto, acidente vascular encefálico, insuficiências cardíaca e renal ou morte súbita.

O Brasil foi um dos 194 países que fizeram um compromisso para reduzir as mortes prematuras por DCV em 25% até 2025. Muitas dessas doenças têm início do desenvolvimento na infância e adolescência, levando ao estágio avançado da doença ou à morte prematura na vida adulta. Crianças, em grande parte, dependem dos adultos para orientação sobre comportamentos saudáveis. Por isso, é preciso garantir que elas adotem bons hábitos de vida, como propõe o tema da campanha do Dia Mundial do Coração: Ajude as crianças a seguir o caminho para um coração saudável.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), as crianças de 5 a 17 anos idade devem fazer pelo menos 60 minutos de atividade física moderada (por exemplo, dança, caminhada, passear com o cachorro, ajudar os pais a lavarem o carro…) a vigorosa (como correr, pedalar, nadar, brincar, praticar esportes competitivos) todos os dias. Se a prática de atividades ultrapassa 1 hora, os exercícios proporcionam ainda mais benefícios à saúde da criança. Outras dicas são limitar o tempo das crianças na frente da televisão ou jogando videogame para não mais de duas horas por dia e incentivar uma dieta saudável para o coração.

24.09.2013

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira / Marcus Sá (selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 85 3101.5220 / 3101.5221)

Twitter: @SaudeCeara

www.facebook.com/SaudeCeara