Cinco consórcios concorrem na licitação para as obras civis da Linha Leste

21 de Maio de 2013

Um total de 13 empresas, reunidas em cinco consórcios, apresentaram nesta terça-feira (21) à Comissão Central de Licitações, suas propostas para as obras de implantação da Linha Leste do Metrô de Fortaleza. “Com a Linha Oeste, já remodelada, a Sul, que já chegou ao Centro de Fortaleza, a execução do VLT entre Parangaba e o Mucuripe e a licitação da Linha Leste, iniciada agora, nossa Capital contará até 2014 com um dos mais modernos sistemas metroviários do País”, destacou o secretário da Infraestrutura do Estado, Adail Fontenele, ao abrir os trabalhos da Comissão. A previsão, destacou ainda, é de que até o final do próximo ano a população possa contar com a Linha Leste funcionando entre o Centro e o Papicu. O preço de referência, isto é, o menor preço a ser apresentado pelas concorrentes, não poderá ser superior a R$ 2,5 bilhões.

Entregaram os documentos de habilitação e as propostas comerciais os seguintes consórcios: Cetenco-Acciona (Cetenco Engenharia e Acciona Infraestructura); Construcap-Copasa-Linha Leste (Construcap CCPS Engenharia e Comercio e Sociedad Anonima de Obras y Servicios -Copasa); Mendes Júnior-Soares da Costa-Isolux (Mendes Júnior Trading e Engenharia , Sociedade de Construções Soares da Costa S.A do Brasil e Isolux Projetos e Instalações);  Consórcio Metrofor (Construtora Andrade Gutierrez, Construtora Norberto Odebrecht Brasil e Serveng Civilsan-Empresas Associadas e Engenharia); e Mobilidade Urbana (Construções e Comércio Camargo Corrêa, Construtora Queiroz Galvão e Construtora Marquise).

As obras da Linha Leste, que tem 12,4 km de extensão, deverão começar ainda no segundo semestre desse ano (2013). A linha terá as seguintes estações: Sé, Luíza Távora, Colégio Militar, Nunes Valente, Leonardo Mota, Papicu, HGF, Cidade 2.000, Bárbara de Alencar, Centro de Eventos e Edson Queiroz. Além dessas, haverá integração com as linhas Oeste e Sul na estação central Chico da Silva, totalizando doze estações. Os documentos de habilitação e suas propostas de preços seguem agora para a fase da análise de habilitação. Uma vez terminada essa fase será marca a data de abertura das propostas de preços.

O equipamento será operado com trens elétricos que transportarão cerca de 400 mil pessoas diariamente. O projeto se integrará ainda às linhas Sul, já em fase de conclusão, à Oeste, remodelada, ao ramal Parangaba-Mucuripe, também em obras, e aos terminais de ônibus. A linha subterrânea seguirá em boa parte o trajeto da avenida Santos Dumont, com o mínimo de interferência no tráfego de veículos. Até o final do ano deverão ser licitadas ainda outros itens da obra como material rodante, sinalização, escadas rolantes, entre outros.

A Linha Leste integra o Programa “Mobilidade Grandes Cidades”, do Governo Federal, que garantiu recursos da ordem de R$ 2 bilhões o projeto, sendo R$ 1 bilhão do Orçamento Geral da União e R$ 1 bilhão financiados pela Caixa Econômica Federal. O Governo do Estado do Ceará entra com pouco mais de R$ 1 bilhão de contra partida. Os recursos estaduais serão usados para a Parceria Pública Privada, que vai contemplar todo o material rodante e sistemas e a operação dos quatro sistemas metroviários de Fortaleza. Esses recursos estaduais também serão usados para projetos, administração de obra, desapropriações e remoção de interferências.
Tuneladoras em testes

As duas primeiras tuneladoras (de um total de quatro) para a construção dos túneis da Linha Leste já estão prontas, com os testes em fábrica previstos para o período de 27 de maio a 14 de junho. Em seguida os equipamentos serão embarcados para o Brasil devendo chegar ao Porto do Pecém no final de mês de julho. As máquinas foram adquiridas pelo Governo do Estado, através da Seinfra, ao preço de R$ 128,2 milhões. Já estão no Porto do Pecém formas e equipamentos auxiliares para a uma das duas Fábricas de Anéis para construção dos túneis da Linha Leste.

 

21.05.2013

Assessoria de Comunicação da Seinfra

Marco da Escóssia – (85) 3216.3764 (85) 8898.4318
@seinfrace
facebook.com/seinfraCE