STDS celebra Dia da Mulher com programação informativa e cultural

7 de Março de 2013

A Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) celebra nesta sexta-feira (08) às 08 horas, o Dia Internacional da Mulher, com programação que envolve cultura, lazer e informação. Dentre as atividades, estão previstos debates sobre políticas públicas para mulheres e o papel que desenvolvem na área da assistência social. Além disso, uma mesa redonda será formada por convidadas que falarão sobre suas experiências que envolvem: vida profissional, longevidade, negritude, violência contra a mulher, maternidade e homossexualidade.

Para Keila Chaves, fundadora do Centro de Apoio a Mães de Pessoas com Eficiência (Campe), entidade fundada em 2003, o momento será rico em exposição de idéias. A convidada apresentará sua experiência de luta como mãe de pessoa com deficiência. “Como mulher, como mãe, considero de extrema importância este momento de troca de informações. São ações como essa que nos fortalecem. Afinal, com tudo que já se avançou, é preciso saber que ainda há um longo caminho para as mulheres percorrerem”, afirmou Keila.

A abertura do evento será feita pelo titular da pasta, Evandro Leitão. Participam da abertura, ainda, a coordenadora estadual de Políticas Públicas para Mulheres, Mônica Barroso, e as coordenadoras, respectivamente, das proteções Especial e Básica da STDS, Ana Cruz e Mary Anne Libório.

Protagonismo Feminino
Há 17 anos coordenando a Casa do Caminho, unidade da STDS que abriga mulheres em situação de violência, Jaqueline Pinheiro, assistente social, advogada e uma das convidadas desta sexta-feira, avalia que além de celebrar, o dia 8 é também um dia para refletir. “Este é um momento para pensarmos sobre os avanços e desafios da mulher na sociedade. É hora de observarmos, especialmente, o papel da mulher no desenvolvimento econômico e social do estado”, conclui Jaqueline.

A observação de Jaqueline merece atenção. Divulgados na última quarta-feira, 6, os dados da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED)apontam que a taxa de ocupação do mercado de trabalho ainda é maior entre homens. No ano passado, eles absorveram 68,3% das 25 mil vagas geradas, enquanto as mulheres ficaram com 32% das vagas. A boa notícia é que foi registrado um crescimento mais rápido entre as mulheres que conseguiram emprego com carteira assinada: 10,3% em 2012 contra 5,6% em 2011. O estudo aborda a situação da mulher no mercado de trabalho da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e é feito em parceria com o IDT.

Outras atividades
As interessadas em realçar o visual poderão participar, a partir das 13h30 desta sexta-feira, da Oficina Mulher Bela, disponível no pátio da STDS. Realizada por profissionais formados nos cursos do Espaço Viva Gente, a oficina oferecerá tratamento para cabelos e unhas e também maquiagem completa.
A STDS mantém ainda, desde o início da semana, vasta programação nos sete Centros de Inclusão Tecnológica e Social (Cits). Nas unidades, estão sendo realizadas oficinas de arte e estética e de massoterapia. Além disso, apresentações culturais e sorteio de brindes encerram a programação que se estende até o dia 8.

Programação – 8 de março

9h – Abertura
?Secretário Evandro Leitão – STDS
?Mônica Barroso – Coordenadoria Estadual de Políticas Públicas para Mulheres
?Ana Cruz – Coordenadoria de Proteção Social Especial da STDS (CPSB)
?Mary Anne Libório – Coordenadoria de Proteção Social Básica e Segurança Alimentar e Nutricional da STDS (CPSB e SAN)
?Coral Voz em Ação – STDS
10h – Palestras: Assistência Social e a Mulher
?Márcia Dutra – CPSB
?Jaqueline Pinheiro – Casa do Caminho (CPSE)
10h40 – Mesa Redonda: Protagonismo Feminino
?Mulher que iniciou sua vida profissional na STDS – Regina Praciano (orientadora da Célula de SAN)
?Longevidade: uma fase do desenvolvimento pessoal – Maria Lopes de Brito (participante do Grupo de Idosos, do Centro Comunitário do Pirambu)
?Mulher Negra – Professora Maria Cecília Calaça
?Da violência à superação – Francisca das Chagas Pessoa (ex-abrigada da Casa do Caminho)
?Entre o projeto desejado e o real: a experiência de uma mãe – Keila Chaves (presidente da Campe)
?LGBTT – Carol Feitosa
12h – Coffee Break
13h30 – Oficina Mulher Bela
?Maquiagem
?Unhas
?Cabelo

Serviço
Data: 8 de março (sexta-feira)
Hora: a partir das 8h30
Local: Auditório da STDS – Rua Soriano Albuquerque, 230, Joaquim Távora

 

07.03.2013
Assessoria de Imprensa da STDS
Carlos Eugênio (85 3101.2099 / 2089 – 8878.8510)
E-mails: imprensa@stds.ce.gov.br
Twitter: www.twitter.com/stdsonline