Ceará forma mais 15 especialistas em pneumologia e cardiologia e 23 pediatras

31 de Janeiro de 2013

O Hospital Infantil Albert Sabin (Hias) realizou nesta quinta-feira (31), a solenidade de conclusão da 35ª turma de residentes em medicina 2011/2012. São 23 novos pediatras, sendo16 em pediatria geral, um de cirurgia pediátrica, um de ortopedia e traumatologia, dois de cancerologia, um de hematologia-hemoterapia, um de pneumologia e um de nefrologia. Nesta sexta-feira (1º), às 14 horas, serão mais 15 novos especialistas nas áreas cardíaca e pulmonar que concluem residência Médica no Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM). A solenidade de formatura ocorrerá no auditório principal do hospital da rede pública estadual.

Desde a criação da Residência Médica, em 1977, o Hias já formou 463 residentes, dos quais, 338 pediatras, 18 cirurgiões pediátricos, 16 gastroenterologistas, 15 traumato-ortopedistas pediátricos, 15 neonatologistas, 14 nefrologistas, e 47 pediatras com área de atuação em diversas especialidades.
A pediatra e coordenadora da Residência Médica, Tânia Santos, disse que a história da Residência se confunde com a do próprio Albert Sabin e da pediatra do Ceará. Ela afirmou que, atualmente, cerca de 70% do corpo clínico do HIAS é formado por médicos que tiveram formação nessa instituição. A pediatra classificou a pós-graduação como o maior patrimônio do Hospital. “Todos saem preparados para atuar na atenção primária, secundária e terciária em qualquer parte do país. São profissionais éticos, humanos e seguros”, ressaltou.

Já o Hospital de Messejana forma especialistas desde 1975. Cerca de 70% dos cardiologistas que hoje atuam no Ceará foram residentes do HM. Por ano, o Hospital forma uma média de 13 profissionais e segundo o coordenador da Residência Médica do HM, Santos Neto, a expectativa é que esse número chegue a vinte em 2013. “A procura está aumentando a cada ano. Estamos formando excelentes profissionais, ofertando mão de obra especializada a serviço da população. A maioria já tem vaga garantida no mercado e muitos serão absorvidos pelo próprio Hospital de Messejana”, informa Santos

A médica Andréa Borba, uma das novas especialistas em cardiologia, fala sobre essa conquista: “nesse período, não adquirimos apenas conhecimento na especialidade escolhida, mas também aprendemos muito sobre a vida, amadurecemos. Hoje, não tenho a menor dúvida de que fiz a escolha certa¨.

“O Hospital de Messejana fortifica a rede de ensino médico no Ceará e forma seus próprios especialistas. Com a grande demanda atendida na Instituição, o residente tem condições de ver todas as patologias inerentes às especialidades. Outro diferencial é o grande arsenal de equipamentos de última geração que o Hospital dispõe e as áreas e serviços onde é destaque, sendo o primeiro no número de angioplastias e realizando com excelência procedimentos de alta complexidade como os transplantes cardíaco e pulmonar”, explica Filadélfia Passos, diretora médica do HM. O Programa de Residência Médica do HM disponibiliza 29 vagas anuais e oferece as 10 especializações: Cardiologia, Cardiologia Pediátrica, Ecocardiografia, Hemodinâmica, Pneumologia, Cirurgia Torácica, Cirurgia Cardiovascular, Endoscopia Respiratória, Transplante Cardíaco (área clínica) e Transplante Cardíaco (área cirúrgica).

 

31.01.2013

Assessoria de Imprensa do Hospital de Messejana e do Hias

Stella Magalhães e Raquel Mourão
(85) 9925.9444 / (85) 3256.1574
Email: imprensa@hias.ce.gov.br
Siga o @albertsabince no twitter
(85) 9998-7464 (85) 3101-4092