Sete espetáculos marcam formatura da terceira turma do Curso Técnico em Dança

13 de junho de 2012

Sete espetáculos marcam a formatura de mais uma turma do Curso Técnico em Dança (CTD), criado em 2005, como forma de dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelo Colégio de Dança do Ceará. Com sete anos de existência, o curso idealizado pelo Instituto de Arte e Cultura do Ceará (IACC), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem (Senac) e com a Secretaria de Cultura do Estado do Ceará (Secult), já é reconhecido nacionalmente devido a seu nível de excelência e formou profissionais que hoje atuam como bailarinos e professores, participando de festivais por todo país. A mostra Territórios Comuns celebra a formatura de sua terceira turma e elege como tema o universo das relações humanas, que ultrapassa o imaginário e atravessa inquietações, tecendo assim novos sentidos. Os espetáculos serão apresentados nos dias 16, 17 e 30 de junho, sempre às 20 horas, no Teatro Dragão do Mar. O acesso é livre.

Na dramaturgia dos trabalhos finais, as relações perpassam temas e imaginários, atravessam inquietações e tecem novos sentidos. Intensidade e delicadeza, solidão e partilha. A um só tempo, somos sós e somos muitos, somos comuns, somos comunidades de sentidos.  São inúmeras as relações que travamos, cultivamos, mantemos ou das quais nos apartamos, ao logo da vida. Relações consigo e com o outro, com a transcendência, com o desejo, com a morte, com a vida. Relações que nos mobilizam ou paralisam,  que fortalecem nossa vontade de potência ou nos enfraquecem, ao nos comunicar seus afetos tristes.

Essa sempre foi a mais difícil das questões, sempre continuará sendo: como viver junto? Do que precisamos dispor para permanecermos uns diante dos outros?  Como nos fortalecermos nos encontros, como  suportar a desestabilização das diferenças? Como abrir espaço  ao contágio na arte e na vida, com coragem e prudência, sem temer uma desintegração?

Curso de Dança

Com foco principal no intérprete-criador, interessado na profissionalização através da dança, o curso tem duração de dois anos, com carga horária de 1.316 horas, distribuídas num período de 4 horas diárias, no turno da manhã. A grade curricular é bem diversificada, abrangendo disciplinas gerais e específicas, teóricas e práticas, como: Ballet Clássico, Dança Contemporânea, Danças Tradicionais, História da Arte, Estética, História da Dança e Crítica de Dança, Elementos da Música, Elaboração de Projetos de Captação de Recursos, Cinesiologia Aplicada à Dança, e Composição Coreográfica, dentre outras.

O curso é reconhecido nacionalmente devido a seu nível de excelência. O corpo docente é sugerido pela Coordenação Técnica do IACC – e é formado por especialistas, mestres e doutores do Ceará e de outros estados do Brasil  – e o projeto pedagógico do curso, devidamente aprovado pelo Conselho Estadual de Educação, possibilita uma formação de alto nível e a habilitação de mais um significativo grupo de profissionais da dança no Estado do Ceará. O curso também se preocupa em absorver, em seu quadro de professores, artistas e pesquisadores cearenses, com o objetivo de dar visibilidade à produção local e fomentar a produção de conhecimento na área da Dança, no Ceará.

Na terceira turma que se forma, foram selecionados 41 alunos, dos quais 30 saem como concludentes. Destas 41 vagas, 14% do total (10 vagas) foram preenchidas por alunos que são de outros municípios (Cascavel, Horizonte e Caucaia). Alguns contam com o apoio das prefeituras em relação ao transporte diário, outros se comprometem a arcar com as despesas.

O Curso Técnico em Dança também realiza importantes ações de capilarização pela cidade e pelo interior do Estado, todas gratuitas, em parceria com outras instituições: cursos livres e palestras (em parceria com a Escola de Dança da Vila das Artes, da Prefeitura Municipal de Fortaleza; performances e cursos livres com a UFC, através do Curso de Graduação em Dança; a Bienal Internacional de Dança do Ceará; o Theatro José de Alencar.

A grande maioria dos alunos formados no curso atua profissionalmente no mercado da dança, trabalhando como bailarinos e professores, participando de festivais por todo o Brasil e alguns inclusive residindo fora do Ceará. Destacamos também o baixo índice de evasão do curso, menor a cada turma, considerando seu tempo de duração (dois anos). Apos a conclusão do curso, é possível percebermos os desdobramentos do processo formativo: os trabalhos/espetáculos que resultam dos processos de estágio alimentam posteriormente a programação cultural do Ceará, inserindo-se nos eventos e projetos de formação de platéia: Quinta com Dança (Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura); Sexta com Dança (Centro Cultural Bom Jardim); Ato Compacto (BNB); Bienal Internacional de Dança do Ceará; Festival do Litoral Oeste; FENDAFOR.

Alunos formados no CTD

Turma

Início

Término

Alunos formados

I

Outubro/2005

Maio/2007

20

II

Setembro/2008

Junho/2010

31

III

Setembro/2010

Novembro/2012

30

Serviço:
Dias 16 e 17/06, às 20h, no Teatro Dragão do Mar. Acesso livre.
Programa 1: Dois/John Pessoa e Geane Albuquerque; Opala/Felipe Loyola; Revoada/Fabiano Veríssimo; Pele/Fátima Muniz.
Dias 30/06 e 01/07, às 20 horas, no Teatro Dragão do Mar. Acesso livre.
Programa 2: Penélope – encontros à deriva/Eveline Nogueira; Auto-matismos/Victor MacDowell; O que precede a noite/ Aurélio Lobo; Pele/Fátima Muniz.

13.06.2012

Assessoria de Imprensa do IACC

Marco da Escóssia (imprensa@dragaodomar.org.br / 85 3488.8617)