Instituto Penal Feminino terá projeto de assistência aos filhos das mulheres encarceradas

13 de junho de 2012

O Governo do Estado, através da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará (Sejus) e o Instituto da Infância; em parceria com Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, realiza nesta quinta-feira (14), a abertura do projeto Brincar Vir-Ver, às 9h, na quadra de esportes Bento Laurindo do Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa, em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O projeto visa fomentar os vínculos afetivos entre as mães presidiárias e seus filhos, até 11 anos de idade, visando à reintegração da egressa no contexto familiar, através de oficinas temáticas, capacitação das agentes penitenciárias nas temáticas da infância, da mulher e da maternidade, encontros mensais e acompanhamento das ações com as detentas.

“Hoje, mais de 300 internas, das 444 internas, têm filhos até 11 anos de idade e o tempo no cárcere abala muito a estrutura familiar e, principalmente, psicológicas dessas crianças. O Governo do Estado do Ceará recebeu de forma muita positiva a proposição do Ifan, juntamente com a Secretaria de Direitos Humanos, em trabalhar à assistência a essa maternidade. Essa parceria só foi possível depois da realização em junho do ano passado da Semana do Bebê, que sensibilizou a unidade, a esta condição de fragilidade a que estão expostos mães e filhos”, aponta a secretária da Justiça e Cidadania, Mariana Lobo.

Como parte da programação, o cantor Tião Simpatia fará uma apresentação, juntamente do coral Vozes da Liberdade do Presídio Feminino. A coordenadora do Instituto da Infância no Ceará, Luzia Laffite, expõe às internas a metodologia do projeto que pretende atender com equipe multidisciplinar às mães e filhos em tempo do cárcere. Técnicos do Departamento Penitenciário Nacional e e da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República estarão presentes à solenidade.

“Estamos trabalhando para tornar as visitas mensais das crianças às suas mães mais lúdicas, mais atrativas e menos duras para ambas as partes. O programa incentivará, através de reuniões com familiares/responsáveis das crianças, para que as mães presidiárias possam melhor acompanhar de perto a educação dos filhos”, segundo a diretora do IPF, Analupe Araújo. Outro diferencial do projeto é fomentar a formulação de políticas públicas para a prevenção da negligência infantil para a Região Metropolitana de Fortaleza. “O programa irá atuar de forma com que as ações tenham sustentabilidade, monitorando, sistematizando as ações e disseminando as experiências”, complementa.

Serviço
Lançamento do Projeto Brincar Vir-Ver
Data: 14 de junho de 2012 (quinta-feira)
Horário: 9h
Local: Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa
Endereço: BR 116, Km 27, Aquiraz
O exercício da maternidade
nas unidades de privação de liberdade.
Informações: Ifan – (85) 3268.3979

13.06.2012

Assessoria de Comunicação da Sejus

Bianca Felippsen (85 3101.2862 e 8878.8464)
www.sejus.ce.gov.br