Reunião discute fim do período do defeso do camarão e lagosta

28 de maio de 2012

O secretário adjunto da Secretária da Pesca e Aquicultura do Ceará (SPA), Manuel Furtado, o engenheiro de Pesca Ricardo Campos e técnicos da SPA, estarão reunindo-se nesta terça feira (29), às 9 horas, no Cais do Porto de Fortaleza, com o Presidente da Associação dos Armadores de Pesca do Ceará, João Claudio e pescadores. Em pauta está o retorno da pesca da lagosta e do camarão, que a partir de 1º de junho, passados seis meses do defeso, retoma as suas atividades. Cerca de três mil barcos de pesca, com licença para pescar lagosta, voltam ao mar, é o início da temporada da pesca de diversas espécies.

Ainda, estarão liberados para a pesca: o camarão rosa, sete barbas e branco, nas regiões, Norte, Sudeste e Sul, especialmente nos estados de Alagoas, Bahia e do Espírito Santo e do caranguejo Uçá, destaque nos estados do Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Sergipe e Bahia.

No inicio do mês de maio, o Ministro do MPA, Marcelo Crivella, esteve em Fortaleza e no Icapuí, ao lado do Secretário de Planejamento e Ordenamento da Pesca do MPA, Flávio Bezerra, para fazer a entrega de 1.605 licenças de embarcação para a pesca da lagosta, só aqui no Ceará.

O Estado do Ceará se destaca como maior produtor de lagostas do País, contando com quase 60% das três mil embarcações brasileiras com permissão do MPA para a atividade. Para ordenar a captura da lagosta e impedir sua extinção, o Governo Federal limitou a atividade em 2.687 embarcações, aumentou o período de proibição da pesca neste ano e incrementou a fiscalização por todo o litoral brasileiro.

 

28.05.2012

Assessoria de Comunicação da SPA

Gerson do Valle (85.3241.0114 | 8754.2803)

gerson.valle@spa.ce.gov.br

Twitter: @SPAceara