Programa de Revitalização da Cajucultura será lançado nesta quarta-feira (23)

22 de maio de 2012

O Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), lança  nesta quarta-feira (23), em solenidade no município de Ocara, o Programa de Revitalização da Cajucultura, em 2012. Dentro deste projeto, a SDA vai fazer a substituição de 6 mil hectares de copa improdutivas por mudas de cajueiro anão-precoce, beneficiando 1071 produtores cearenses.

Ao todo serão investidos R$ 3 milhões de reais na substituição das copas improdutivas em 61 municípios das Regiões Metropolitana de Fortaleza, Litoral Oeste, Sobral e Ibiapaba, Sertão dos Inhamuns, Sertão Central, Litoral Leste e Vale do Jaguaribe. A substituição de copa diminui o porte da planta, facilitando a colheita do caju e aumentando a produtividade em até 400%.

Antes da solenidade haverá visita técnica a uma plantação de caju, beneficiada pelo projeto substituição de Copas, na qual os técnicos poderão constatar os resultados do investimento do Governo do Estado no plantio do caju anão-precoce.

Segundo o secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins, a cultura do caju é uma das mais importantes do Ceará, provenientes da agricultura familiar. “Nosso desafio é aumentar a produtividade com a distribuição de 800 mil mudas de caju anão-precoce. Vamos substituir os cajueiros improdutivos pelo caju anão-precoce, para no mínimo dobrar a produção dos agricultores”.

 

Batedeiras de Mamona

Três associações comunitárias dos municípios de Ocara, Choró e Canindé receberão máquinas batedeiras de mamona para aumentar a produtividade da oleaginosa no Ceará.

O equipamento foi desenvolvido para a bateção de mamona, girassol, feijão e fava, fazendo com que o rendimento médio seja de 1600 kg/hora de grãos batidos dessas oleaginosas. O investimento em cada batedeira foi de R$ 24.720,00.

 

Mandiocultura

Ainda durante a solenidade serão entregues duas casas de farinha para comunidades localizadas nos municípios de Horizonte e Amontada, cujo investimento é de R$ 100 mil, beneficiando 125 famílias.

As casas de farinha serão construídas em ambientes fechados que contam com máquinas e equipamentos modernos, evitando que a farinha produzida fique vulnerável ao ambiente externo, correndo o risco de ser contaminada com poeira ou outro tipo de material impróprio. A farinha de mandioca será comercializada nos mercados interno e externo.

Serviço

Visita técnica ao plantio de substituição de Copas e Solenidade de susbtituição de copa A partir das 9 horas desta quarta-feira (23/05)
Endereço: Sítio São Luiz – Baixa Grande – Distrito de Serragem, Ocara, Ceará.

 

22.05.2012

Assessoria de Comunicação da SDA
Lúcio Filho – (85) 3101.8105 | 8897.8510
lucio.filho@sda.ce.gov.br | asscom@sda.ce.gov.br
Twitter: @ImprensaSDA
Cícero Lacerda – estagiário de Jornalismo
cicero.lacerda@sda.ce.gov.br