Barroquinha e Pindoretama ganham unidades de saúde nesta sexta-feira (11)

10 de maio de 2012

Nesta sexta-feira (11),  a população de dois municípios passa a receber atenção básica à saúde em novas e modernas instalações. Serão inauguradas as Unidades Básicas de Saúde da Família construídas com recursos do Governo do Estado em Barroquinha, na regional de Camocim, às 8h30min, e em Pindoretama, às 19 horas. O secretário da Saúde do Estado, Arruda Bastos, participará das inaugurações.

Fachada da Unidade Básica de Saúde da Família em Barroquinha


Para o secretário da saúde de Barroquinha, Antônio Lisboa Rocha, “o conforto e a facilidade de acesso da nova UBSF são o diferencial comparada ao antigo posto de saúde que funcionava em uma casa alugada em precárias condições de atendimento às famílias”. A unidade, que recebeu investimento de R$178.676,00 do Governo do Estado nas obras, fica no bairro Campo do Edmário.

Fachada da Unidade Básica de Saúde da Família em Pindoretama

banner_ubs_pindoretama

Em Pindoretama, a secretária municipal de saúde, Valéria Viana Barbosa, também destaca a qualidade da estrutura da nova Unidade Básica de Saúde da Família: “agora as nossas equipes de profissionais do PSF vão trabalhar em ambientes adequados e planejados já de acordo com orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária e da Secretaria da Saúde do Estado”. Ela lembra da garantia da acessibilidade tanto na parte interna quanto na área externa da unidade, com banheiros adequados para pessoas com deficiência e rampas de acesso.

Rede de assistência

Barroquinha e Pindoretama são dois dos 150 municípios contemplados com a liberação de recursos do Governo do Estado para construção de 150 Unidades Básicas de Saúde da Família em apoio aos municípios nas ações à atenção básica.

Os 150 municípios cumpriram metas de realização de pelo menos quatro consultas às gestantes e cobertura de, no mínimo, 70% do Programa Saúde da Família, além de participação nos consórcios públicos de saúde, estratégia de gestão utilizada pelo Estado no custeio compartilhado de policlínicas e Centros de Especialidades regionais. Mais de 130 novas unidades já foram entregues à população, com atendimento médico, odontológico, de enfermagem e serviços de prevenção, vacinação, dispensação de medicamentos e ambientes definidos para educação em saúde, onde as famílias recebem orientações sobre cuidados com a saúde e qualidade de vida.

10.05.2012

Assessoria de Comunicação da Sesa

Selma Oliveira (selma.oliveira@sesa.ce.gov.br / 85 3101.5220 – 5221)