Maranguape receberá a primeira UPA no Ceará

19 de julho de 2010

Cinco Unidades de Pronto Atendimento – UPA 24 horas começam a ser construídas já neste mês de julho. A ordem de serviço para o primeiro equipamento será assinada nesta terça-feira, dia 20 de julho, ás 15h, no Teatro Municipal, em Maranguape. Até o final do mês, serão assinadas as ordens de serviço de duas UPA em Fortaleza, na Regional VI, no dia 22, e da Regional II, no dia 28, e mais duas UPA no interior. No dia 29 em Crateús e em São Benedito dia 30.

O governo do Estado autorizou a construção de 22 UPA 24 horas. O prazo de entrega de cada unidade é de apenas 90 dias e 11 delas ficarão prontas ainda este ano. O investimento total será de R$ 77,9 milhões, sendo R$ 24,6 milhões do Tesouro do Estado e o restante do Ministério da Saúde.

As Unidades de Pronto Atendimento oferecem serviço de raio X, laboratório para exames, aparelho de eletrocardiograma e atendimento pediátrico. Nas UPA, a população pode resolver problemas como pressão alta, febre, cortes, queimaduras, alguns traumas e receber o primeiro atendimento para infarto ou Acidente Vascular Cerebral (AVC), entre outras enfermidades. Quando o paciente chega à UPA, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Analisam se é necessário encaminhar o paciente a um hospital ou mantê-lo em observação por até 24 horas.

As UPA são classificadas em três diferentes portes, de acordo com a população da região a ser coberta, a capacidade instalada – área física, número de leitos disponíveis, recursos humanos e a capacidade diária de realizar atendimentos médicos. As UPA de porte I cobrem uma população de até 100 mil habitantes, contando com um pediatra e um clínico geral para realizar de 50 a 150 pacientes diariamente e equipada com 5 a 8 leitos. A cobertura das UPA de porte II é de até 200 mil habitantes, com quatro médicos, 9 a 12 leitos e atendimento diário de até 300 pacientes. Nas de porte III, a cobertura é de até 300 mil habitantes, com 6 médicos, 13 a 20 leitos e até 450 atendimentos diários.

Com funcionamento integrado ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), as UPA 24 horas têm papel importante na redução das filas dos hospitais.

19.07.2010

Assessoria de Imprensa da Sesa:

Selma Oliveira (soliveira@saude.ce.gov.br – 85. 3101.5220)