Jovens de Fortaleza recebem capacitação para mercado de trabalho

1 de julho de 2010

O governador Cid Gomes inaugurou nessa quinta-feira (01) sete Centros de Inclusão Tecnológica e Social (CITS). A solenidade aconteceu no CITS do Conjunto Ceará, e em vídeoconferência para os seis outros CITS, nos bairros Mucuripe/Vicente Pinzón, Lagamar, Parque São José, Jangurussu, Conjunto José Walter e Messejana. No evento, também foram assinadas ordens de serviço para a construção de seis Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEPs) para Fortaleza.

 

Para Cid Gomes, o Estado tem o dever de dar aos jovens oportunidades para uma vida melhor. “Com a Copa do Mundo no Brasil, a refinaria e a siderúrgica, os jovens do Ceará precisam estar capacitados para suprir as oportunidades de emprego que estarão surgindo”, afirmou. A secretária do trabalho e desenvolvimento social, Fátima Catunda, ressaltou que com as iniciativas do Governo, os jovens terão mais oportunidade no mercado de trabalho.

 

Nos CITS foram investidos R$ 3,8 milhões, sendo R$ 2 milhões financiados pelo Governo do Estado e R$ 1,8 milhão, oriundo de emenda parlamentar do deputado federal Ariosto Holanda. Cada CITS funcionará com um laboratório temático. O espaço será utilizado para capacitar o público de acordo com as atividades realizadas em cada bairro. Lagamar terá laboratório de alimentos; Mucuripe, de turismo e línguas; Parque São José, de telemarketing; Messejana, de confecção e moda; Conjunto Ceará e José Walter, de hardware; e Jangurussu, laboratório de serviços domésticos. Os cursos terão duração de 200 horas.

 

Escolas Profissionalizantes

 

Com a assinatura das ordens de serviço, Fortaleza terá 23 escolas profissionalizantes que garantem ensino médio de qualidade integrado à educação profissional. Nas novas seis unidades, uma em cada regional da cidade, os jovens poderão aprender uma profissão qualificando-se para o mercado de trabalho, além de finalizar a educação básica.  Com investimento de R$ 33 milhões, as novas unidades serão instaladas nos bairros do Jardim Iracema, Siqueira, Vila União, Dom Lustosa, Itaperi e Tancredo Neves.

 

Cada escola contará com auditório, biblioteca, laboratórios de línguas, informática, química, biologia, física e matemática, 12 salas de aula, quadra poliesportiva e teatro arena. Poderá receber até 480 alunos em tempo integral, com atividades educacionais das 7 horas às 17 horas. A obra será acompanhada pela Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), por meio do Departamento de Edificações e Rodovias do Ceará(DER). Esse programa, segundo o governador, é uma referência no Brasil. “Até o fim do ano, serão 125 escolas profissionalizantes em todo o Estado e 60 mil jovens beneficiados”, afirmou.

 

 

01.07.2010

Coordenadoria de Imprena do Governo do Estado

Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br – 85 3101.6247)