Seminário orienta idosos e técnicos sobre riscos e cuidados com quedas

21 de junho de 2010

A Secretaria da Saúde do Estado realiza nesta terça-feira (22), o II seminário de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa, a partir das 8 horas, na Pousada dos Capuchinhos, em Guaramiranga. Objetivo: reforçar as ações de proteção ao idoso, com ênfase na prevenção de quedas. Um grupo 400 idosos será orientado sobre o que é certo e o que é errado para reduzir riscos de quedas  dentro de casa e na rua – ver folderes em anexo.

A presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia do  Ceará, Túlia Garcia, abre o seminário com a palestra “Mitos e  Preconceitos”, relacionada ao trato dispensado ao idoso. Em seguida, a  promotora Antônia Lima Sousa ministra a palestra “Violência contra a  pessoa idosa: aspectos políticos”, seguida de debate com os  participantes.

Para reforçar a atenção aos cuidados com os idosos, a Secretaria da  Saúde está lançando dois panfletos em que informa como prevenir  quedas. Esse tipo de acidente, que vitima até 60% dos idosos uma vez  por ano, é considerado marcador de fragilidade, morte, institucionalização e declínio da saúde de idosos. Como consequência, 5% de todas as quedas levam a fratura, trauma psicológico, lesões físicas, internações hospitalares, incapacidade física, diminuição da qualidade de vida e morte.

No Ceará existem 881 mil idosos, segundo o IBGE, o que representa  10,5% da população. No âmbito do SUS, a Política de Atenção ao Idoso  busca garantir atenção integral à Saúde da população idosa,  enfatizando o envelhecimento saudável e ativo e fortalecendo o  protagonismo das pessoas idosas. São diretrizes para a atenção  integral à saúde do idoso a promoção do envelhecimento ativo e  saudável; a manutenção e reabilitação da capacidade funcional; e o  
apoio ao desenvolvimento de cuidados informais.

Entre as ações de atenção ao idoso, a Secretaria da Saúde realizou no  ano passado 14 oficinas de atenção à saúde do idoso. Nas oficinas,  profissionais de saúde da atenção básica são capacitados em  osteoporose, demência, prevenção de quedas e maus tratos. A Secretaria  da Saúde do Estado está articulando com a Universidade Federal do  Ceará a criação e implantação de um centro de referência de atenção à  pessoa idosa, com foco na formação de recursos humanos e a assistência  
à saúde do idoso.

 

21.06.2010

Assessoria de Imprensa da Sesa

Selma Oliveira (selma.oliveira@saude.ce.gov.br / 3101.5220)