STDS realiza manhã de serviços no Dia Mundial de Conscientização da Violência à Pessoa Idosa

14 de junho de 2010

Terça-feira, 15 de junho, é o Dia Mundial de Conscientização da Violência à Pessoa Idosa. O objetivo desse dia é promover uma consciência social e política da existência de violência contra idosos, considerada pela Organização das Nações Unidas (ONU) como uma grave violação aos direitos humanos. Assumindo esse compromisso é que a Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) e o Conselho Estadual dos Direitos do Idoso (CEDI), realizam amanhã extensa programação na Av. Beira Mar, em frente à Praça dos Estressados.

 

Durante toda a manhã, haverá panfletagem e serão oferecidos serviços de verificação de pressão arterial e glicemia, sondagem de nível de estresse, ansiedade e memória, realização de atividades físicas, além da apresentação da banda de música De Bem com a Vida, formada por idosos do Centro Comunitário Santa Terezinha. Idosos de outros oito centros comunitários coordenados pela STDS também participam da celebração, que terá início às 8 horas.

 

O evento é parte da programação que teve início no último dia 10 em parceria com diversas entidades e se estende até o final do mês com seminários, palestras e panfletagens em terminais de ônibus. São parceiros da STDS nessa iniciativa: Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Secretaria de Saúde (Sesa), Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE), Universidade de Fortaleza (Unifor), Faculdade Integrada do Ceará (FIC), Ministério Público, Defensoria Pública, Secretaria de Direitos Humanos de Fortaleza (SDH) e Serviço Social do Comércio (SESC).

 

 

CIAPREVI

 

A violência contra a pessoa idosa é um fenômeno universal e representa preocupante problema de saúde pública, fato que se tornou evidente apenas nas últimas décadas. A maioria dos casos ocorre principalmente no contexto familiar, sendo as principais vítimas mulheres com mais de 75 anos.

 

Inaugurado em junho de 2009 com o objetivo de auxiliar idosos vítimas dessa dura realidade, o Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência à Pessoa Idosa (CIAPREVI), unidade da STDS, já registrou 661 denúncias até maio último. A média mensal de atendimentos é de 55 casos, com média diária de 1,83 ocorrência. O CIAPREVI atende casos de violência psicológica, financeira, física e sexual, além de casos de negligência, abandono e auto-negligência por meio dos serviços jurídico, social, psicológico e terapêutico.

Data: 15.06.10 (amanhã)

 

Horário: 8 horas às 12 horas

 

Local: Av. Beira Mar – Concentração na Praça dos Estressados

 

 

Serviço: CIAPREVI – 3101.2728 ou 0800.275.5555

 

Contato para entrevista: Evaldo Monteiro (Presidente do CEDI) – 3101.4554 ou 8861.9170

 

 

 

14.06.2010

Assessoria de Comunicação da STDS

Carlos Eugênio (imprensa@stds.ce.gov.br / 8878.8510 / 9987.0400)