Ceará tem maior geração de emprego do NE

17 de março de 2010

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (17) pelo Ministério do Trabalho, apontam que nos últimos 12 meses o Ceará foi o estado do Nordeste que mais criou postos de trabalho em termos relativos e o segundo do Brasil, atrás apenas de Rondônia (15,13%). Segundo o Caged, a expansão foi de 8,88%, o que representa 75.216 novas vagas. Em fevereiro, o aumento foi de 0,62% em relação ao mês anterior, o que significa 5.800 novos postos.

 

Esse foi o melhor resultado de toda a série histórica do Caged para o período em termos absolutos e relativos.  Esse desempenho foi resultado da expansão do emprego principalmente nos setores da Construção Civil (2.537 postos), de Serviços (2.236) e da Indústria de Transformação (1.575), esses saldos superaram a queda da Agropecuária (-1.171 postos).

 

No  Brasil, os dados do Caged também foram favoráveis. Eles mostram que foram criados 209,4 mil empregos com carteira assinada no mês de fevereiro. Este também foi o melhor resultado para este mês desde o início da série histórica do Caged, há 18 anos. Antes, o melhor mês de fevereiro havia sido registrado em 2008, quando foram abertas 204,9 mil vagas formais.

 

O presidente do IDT, Francisco de Assis Diniz, considera “um resultado importante, uma vez que o mês de fevereiro é tradicionalmente desfavorável ao emprego, com a eliminação de vagas. Com o desempenho deste mês, este é o nosso melhor resultado de começo de ano, tanto em termos absolutos, como relativos”.

 

Dados Caged nos estados:

UF    12 meses    Fevereiro

RO    15,13%        1,12%
CE      8,88%          0,62%
PI       7,72%         0,40%
BA      6,76%         0,42%
PB      6,52%       -0,10%
SE      6,19%        0,81%
PE      5,84%       -0,23%
RR     5,66%        0,99%
GO     5,08%        1,15%
MG     4,91%        0,78%
ES      4,85%       0,62%
SC      4,68%       0,98%
RS      4,65%       0,89%
PR      4,34%       0,62%
SP      4,30%       0,75%
AM      4,27%       0,52%
AC      3,77%       0,58%
MS      3,75%       1,01%
RN      3,72%      -0,22%
RJ       3,69%       0,26%
TO       3,60%      1,11%
DF      3,60%       0,68%
PA       3,46%      0,73%
AP       3,32%      1,46%
MT       2,56%     1,42%
MA       0,81%     0,66%
AL        0,65%    -3,71%

Fonte: Caged

 

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado com Ministério do Trabalho e IDT
Casa Civil (comunicacao@casacivil.ce.gov.br / 85 3101.6247)