Pecém lidera na exportação de frutas e calçados

15 de março de 2010

No meses de janeiro e fevereiro a movimentação cresceu 169% em relação ao mesmo período de 2009

Mais uma vez o Porto do Pecém merece destaque no ranking dos portos brasileiros, segundo levantamento liberado pela Secex – Secretaria do Comercio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. O porto cearense manteve a primeira colocação entre todos os portos nacionais na movimentação de frutas e calçados, classificando-se em segundo lugar na importação de produtos siderúrgicos e em terceiro na importação de algodão.

 

Nos meses de janeiro e fevereiro do corrente ano o Pecém recebeu 83 navios, o que representa um aumento de 46% em relação ao mesmo período do ano anterior, movimentando 311.109 toneladas no transporte de longo curso e 124.195 no de cabotagem, registrando respectivamente crescimento de 169% e 72%, considerando-se os dois primeiros meses de 2009.

 

A liderança na exportação de frutas e calçados foi mantida. No item frutas o Pecém teve participação de 42% entre todos os portos brasileiros, com 38.282 toneladas transportadas. Em segundo lugar ficou o Mucuripe com participação de 17% (16.051 toneladas), seguindo-se os portos de Natal, com 16% e o de Santos, com 9%.

 

Consolidando a primeira colocação na exportação de calçados, deixando o porto de Rio Grande em segundo lugar, o Pecém registrou participação de 48%, com 5.940 toneladas. O porto gaúcho exportou 3.510 toneladas, com participação de 28%, seguindo-se os portos de Santos, com 13%, Mucuripe, com 5% e Suape, com 2%.

 

Na importação de ferro fundido, ferro e aço o porto do Pecém ficou na segunda colocação, com participação de 17% e 119.010 toneladas importadas. A liderança ficou com o porto de Santos, que movimentou 155.984 toneladas, representando uma participação de 22%.
O Pecém ficou em terceiro lugar na importação de algodão, com participação de 16%, ficando atrás apenas dos portos de Itajaí, com 37% e o de Santos, com 24%.

 

Com esse ritmo de crescimento registrado nos dois primeiros meses de 2010, o Porto do Pecém confirma as previsões do presidente da Cearáportos, Erasmo Pitombeira, que espera para o corrente ano um crescimento na ordem de 10% na movimentação de mercadorias.

 

Assessoria de Imprensa da Cearáportos

Joseoly Moreira